O que é ejaculação precoce e como tratar

Banana (pênis) com leite condensado (ejaculação) em uma mão feminina
BLOG OMENS / Ejaculação precoce
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

6 de outubro 2021

Para respondermos o que é ejaculação precoce, primeiramente temos de definir a própria ejaculação.

A ejaculação é caracterizada pela liberação de esperma. Dessa forma, a ejaculação precoce é quando, durante a relação sexual, a ejaculação ocorre mais cedo do que o homem gostaria. Às vezes, o problema também é chamado de “ejaculação rápida” ou “orgasmo precoce”.

Para muitas pessoas, a ejaculação precoce pode ser frustrante. Assim, a situação pode tornar o sexo menos agradável e até impactar o relacionamento do casal.

No Brasil, aproximadamente 1 em cada 3 homens tem problemas de ejaculação precoce. Muitas vezes pensamos que o problema é apenas psicológico, mas saiba que a biologia também pode influenciar em diversas questões. Vejamos:

Ejaculação precoce, ejaculação rápida, orgasmo precoce: o que é isso?

Ejaculação masculina: definição

O sistema nervoso central é quem controla a ejaculação. Quando os homens são estimulados sexualmente, os sinais são enviados para a medula espinhal e para o cérebro. Ao se atingir um certo nível de excitação, os sinais são então enviados do cérebro para os órgãos do sistema reprodutor. Isso faz com que o pênis libere o esperma (ejaculação).

A ejaculação tem 2 fases: emissão e expulsão.

A emissão ocorre quando os espermatozoides saem dos testículos e vão para a próstata, se misturando, então, com o líquido seminal para produzir o esperma. Os canais deferentes são os tubos que ajudam a levar os espermatozoides dos testículos, passando pela próstata, até a base do pênis.

A expulsão ocorre quando os músculos da base do pênis se contraem. Isso força o esperma para fora do órgão sexual. Normalmente, a ejaculação e o orgasmo ocorrem ao mesmo tempo, mas alguns homens podem ter um orgasmo sem ejacular. Na maior parte dos casos, a ereção acaba depois dessa etapa.

Como evitar a ejaculação precoce? [Omenscast #1]

No primeiro episódio do Omenscast, o médico e urologista João Brunhara, especialista em sexualidade masculina, discute a Ejaculação Precoce e seus possíveis tratamentos e prevenções. A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Como saber se tenho ejaculação precoce?

A ejaculação precoce ocorre durante a relação sexual, quando o homem ejacula mais cedo do que ele ou a parceira(o) gostariam. Saiba que essa é uma queixa comum no sexo: as estimativas variam, mas geralmente 1 em cada 3 homens dizem experienciar esse problema em algum momento.

Caso isso aconteça raramente, não há motivo para preocupação. No entanto, você pode ser diagnosticado com a dificuldade caso:

  • Ejacule sempre em um minuto ou menos após a penetração;
  • Com frequência, não seja possível retardar a ejaculação durante a relação sexual;
  • Você se sinta angustiado e frustrado e, por isso, tenha tendência a evitar situações íntimas.

Tanto fatores psicológicos como biológicos podem estar envolvidos na ejaculação precoce. Embora muitos homens tenham vergonha de falar sobre isso, trata-se de um problema comum e curável. Remédios, orientações e técnicas sexuais que retardam a ejaculação (ou uma mistura de tudo isso), por exemplo, podem ajudar a deixar o sexo melhor para você e para a(o) parceira(o).

O que é a ejaculação precoce na prática? Conheça suas diferentes formas [Vídeo]

Muitos homens devem passar por problemas de ejaculação precoce em sua vida. Mas você sabe o que de fato é essa disfunção sexual? As possíveis causas e até como tratar a ejaculação precoce? Saberia como identificá-la?

Nesse vídeo, explicamos um pouco sobre a ejaculação precoce: sua definição, quando de fato se tem essa disfunção sexual, e até mesmo respondemos aquela pergunta “devo procurar um médico urologista?” Tudo isso para te ajudar a identificar algum problema e ter uma vida sexual mais saudável!

Ejaculação precoce: quais são as causas?

As causas da ejaculação precoce masculina podem ser diversas e exigirem variados tratamentos:

Deficiência hormonal

Apesar de a causa exata da ejaculação precoce não ser conhecida, o que é importante destacar é a serotonina como um dos fatores possíveis. Trata-se de uma substância natural, produzida pelos sistema nervoso central. Assim, altas quantidades de serotonina no cérebro aumentam o período de tempo antes da ejaculação. Em contrapartida, pequenas quantidades podem encurtar esse período, levando à ejaculação precoce.

Receba orientação e tratamento de médicos especializados

Não espere para procurar ajuda: busque um de nossos urologistas parceiros, especialistas em saúde sexual masculina.

Passe por uma consulta médica online hoje mesmo e comece já a tratar a ejaculação precoce (a partir de R$ 69).

Agendar Teleconsulta

e iniciar tratamento agora!

Causas psicológicas da ejaculação precoce

No entanto, os fatores psicológicos não devem ser deixados de lado! Isso porque problemas de saúde mental também podem acarretar a ejaculação precoce (o que é muito mais comum do que se imagina). Abaixo está uma lista de exemplos de doenças que podem provocá-la:

  • Ansiedade
  • Culpa
  • Expectativas irrealistas a respeito do desempenho na cama
  • Histórico de repressão da sexualidade
  • Falta de autoconfiança
  • Problemas de relacionamento

Além disso, outras causas relacionadas podem entrar em jogo e, por consequência também, variados tratamentos para a ejaculação precoce.

Fator idade

A idade pode apresentar alguma relação com a qualidade da sua ereção, ainda que a ejaculação precoce possa ocorrer em qualquer época da vida. Embora o envelhecimento não seja uma causa direta da ejaculação precoce, ele pode causar alterações na ereção e na ejaculação.

Para homens mais velhos, as ereções podem perder um pouco em firmeza e tamanho (em casos comprovados, o diagnóstico é de disfunção erétil). Além disso, as ereções podem não durar tanto quanto o de costume. A sensação de estar prestes a ejacular pode durar menos tempo. Essas mudanças naturais, portanto, podem fazer com que homens mais velhos ejaculem mais cedo.

Consequências no relacionamento

Ao sofrer de ejaculação precoce, você pode sentir que está perdendo um pouco da intimidade que compartilha com seu parceiro no sexo. Você pode se sentir zangado, envergonhado, chateado e acabar se afastando dele(a).

A ejaculação precoce não afeta apenas você mas também seu parceiro! Ele(a) pode ficar chateado(a) com relação aos “transtornos” nas relações sexuais dos dois. Dessa forma, a ejaculação precoce pode fazer com que os parceiros se sintam menos conectados ou magoados e distantes.

Por isso, falar sobre o problema é um passo importante. A terapia sexual ou de casal pode ser útil. Exercícios, como a técnica de pressionar o períneo, por exemplo, podem ajudar você e seu parceiro a prolongar a duração da relação sexual.

Como tratar a ejaculação precoce?

O que fazer para não ter uma ejaculação rápida?

Em alguns casos, o tratamento para a ejaculação precoce envolve medidas simples, como se masturbar uma ou duas horas antes do ato sexual, para poder retardar a ejaculação durante o sexo.

Alguns terapeutas também podem recomendar evitar sexo por um período de tempo e se concentrar em outros tipos de “brincadeiras” sexuais a fim de aliviar qualquer tensão existente nas relações. 

Agora, apresentaremos a você exercícios para fortalecer o assoalho pélvico. Primeiramente, você precisa aprender a localizar os músculos dessa parte do corpo. A fraqueza nos músculos do assoalho pélvico pode afetar sua capacidade de retardar a ejaculação. Os chamados exercícios de Kegel podem ajudar a fortalecer essa região.

Para realizar esses exercícios, primeiro encontre os músculos corretos. Para identificar os músculos do assoalho pélvico, interrompa o jato de urina no meio quando estiver fazendo xixi ou aperte os músculos que te impedem de flatular. Essas técnicas utilizam os músculos do assoalho pélvico.

Uma vez identificados esses músculos, você pode fazer os exercícios em qualquer posição (ainda que no começo seja mais fácil praticar deitado)!

Agora aperfeiçoe a técnica: contraia os músculos do assoalho pélvico e mantenha assim por três segundos, depois vá relaxando por outros três segundos. Repita várias vezes seguidas. À medida que seus músculos forem ficando mais fortes, tente fazer os exercícios sentado, em pé ou durante caminhadas.

Lembre-se de manter a concentração! Para melhores resultados, concentre-se somente na contração dos músculos do assoalho pélvico. Mas tenha cuidado para não flexionar os músculos do abdômen, das coxas ou das nádegas. Evite também prender a respiração: em vez disso, respire livremente durante os exercícios.

Repetir 3 vezes ao dia e fazer pelo menos três séries de 10 repetições diárias.

Como tratar a ejaculação precoce de forma natural?

Existe um outro método muito conhecido na internet chamado de técnica do “aperto”. No entanto, conforme já abordamos essa prática aqui no blog, concluímos que não é algo que funciona muito bem.

Como essa técnica normalmente causa mais dor e desconforto do que propriamente o retardo da ejaculação, há outra técnica que consiste em interromper os estímulos sexuais pouco antes da vontade de ejacular, esperar até o nível de excitação diminuir e, em seguida, começar de novo. Esse exercício é conhecido como Start-Stop.

Outra opção é usar um preservativo. As camisinhas podem diminuir a sensibilidade do pênis, o que pode ajudar a não ter uma ejaculação precoce. Alguns preservativos possuem lidocaína ou são feitos de látex mais grossos, justamente com essa finalidade.

Há, ainda, os medicamentos, como veremos mais a frente aqui no artigo.

Por que procurar um urologista se você tem ejaculação precoce? [Vídeo]

Entenda a ejaculação precoce, suas causas e tratamentos. Saiba o que pode ser feito quando você passar por essa situação e porque procurar um médico urologista é a melhor opção para tratar problemas de ejaculação.

Quando consultar um médico?

Se você sofre com uma ejaculação rápida (ejacula mais cedo do que gostaria) e sofre com isso, fale com o seu médico: existe tratamento para ejaculação precoce.

É comum que os homens se sintam constrangidos ao falar sobre questões de saúde sexual, mas não deixe que isso o impeça de conversar com um médico!

Há maneiras de como tratar a ejaculação precoce, seja com medicamento, seja de forma natural (com exercícios, por exemplo). Por isso, você tem a oportunidade de consultar rapidamente um médico urologista na Omens!

Para alguns homens, conversar com um médico pode ajudar a aliviar as suas preocupações sobre ejaculação precoce. Por exemplo, pode ser reconfortante ouvir que uma isso acontecer ocasionalmente é normal e que o tempo médio entre o início da relação sexual e a ejaculação é de cerca de cinco minutos.

Além de fazer perguntas sobre sua vida sexual, o médico fará perguntas sobre seu histórico de saúde e poderá pedir um exame físico. Se você possuir tanto ejaculação precoce quanto dificuldade para obter ou manter uma ereção – o que é bastante comum – seu médico poderá solicitar exames de sangue, para verificar seus níveis hormonais (testosterona), ou outros testes.

Receba orientação e tratamento de médicos especializados

Não espere para procurar ajuda: busque um de nossos urologistas parceiros, especialistas em saúde sexual masculina.

Passe por uma consulta médica online hoje mesmo e comece já a tratar a ejaculação precoce (a partir de R$ 69).

Agendar Teleconsulta

e iniciar tratamento agora!

Quais tratamentos funcionam?

Tratamento para ejaculação precoce

Os tratamentos para a ejaculação precoce são principalmente: a terapia com psicólogo, a terapia comportamental e as medicações. Você pode, então, conversar com um médico urologista para conseguir o tratamento que melhor atenda às suas necessidades.

Remédios

Os médicos têm notado que homens e mulheres que tomam antidepressivos demoram mais a ter orgasmos. Medicamentos como, por exemplo, fluoxetina, paroxetina, sertralina e clomipramina influenciam nos níveis de serotonina e agem contra a ejaculação precoce. Assim, os médicos começaram a usar esses medicamentos off-label (por uma razão diferente do objetivo inicial da substância) para tratar problemas de ejaculações consideradas rápidas demais.

A Dapoxetina, por exemplo, é um medicamento muito eficaz contra problemas de ejaculação precoce, o que é comprovado por inúmeras pesquisas científicas sobre o remédio.

Se um remédio não funcionar, seu médico pode te orientar a tentar outro tipo de tratamento para a ejaculação precoce.

Os medicamentos contra o problema podem ser tomados todos os dias ou apenas antes de cada relação sexual. Seu médico irá decidir quando você deve tomar o remédio com base no seu nível de atividade sexual.

O melhor momento para tomar o medicamento não foi completamente determinado. A maioria dos médicos sugere de 2 a 6 horas antes do sexo. A ejaculação precoce pode voltar se você parar de tomar os remédios.

Pomadas e cremes

Há também cremes e spray anestésicos, geralmente a base de lidocaína. Esses cremes/spray são aplicados na cabeça do pênis cerca de 20 a 30 minutos antes do ato sexual. Se você deixar o anestésico na região por mais tempo do que o recomendado, o pênis pode perder a ereção.

Além disso, o produto não deve ser deixado no pênis exposto durante o sexo vaginal, pois pode deixar dormente o órgão sexual feminino. Lave o pênis, retirando o creme de 5 a 10 minutos antes do sexo. O uso de preservativo também pode ajudar a reduzir a sensação de dormência.

Os medicamentos são mesmo eficazes?

Os remédios para combater a ejaculação precoce (Dapoxetina e Lidocaína) provaram ser eficazes. Infelizmente, porém, ainda não há estatísticas oficiais.

Para poder usar esses medicamentos, é importante possuir uma prescrição médica que garanta que você não tenha nenhuma contraindicação aos tratamentos. No Brasil, a Omens.com.br é o único lugar que te permite obter legalmente uma receita médica após uma consulta online com um médico especializado e ter seu tratamento entregue pelo correio por uma farmácia da sua região.


Fontes

Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *