Emla: pomada anestésica

BLOG OMENS / Tratamentos
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

9 de maio 2021

Segundo uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 1/3 dos brasileiros já sofreram em algum momento de sua vida de problemas de ejaculação precoce. Mas, felizmente, há tratamentos eficazes contra esse problema bastante comum. O Emla é assim utilizado por diversos pacientes para tratar questões relacionadas à ejaculação precoce.

Emla creme: para que serve?

Emla é um anestésico local usado para diminuir a sensibilidade da pele, vendido apenas sob prescrição. Esse creme foi projetado para uso anestésico e serve, portanto, para dessensibilizar a pele para intervenções médicas. No Brasil, o Emla está disponível somente na forma de creme.

No entanto, na prática, muitas pessoas também utilizam o Emla no tratamento da ejaculação precoce. Os pacientes, então, usam o efeito anestésico do creme para diminuir a sensibilidade do pênis e retardar a ejaculação.

Além disso, o Emla é usado em outras condições, principalmente em cirurgias menores e ambulatoriais, realizadas com anestesia local. Dentre essas intervenções cirúrgicas, temos, por exemplo: biópsias de lesões de pele, cauterizações, coleta de exames, pequenos procedimentos, etc. Utiliza-se o creme, também, no tratamento de úlceras varicosas (nas pernas), ou mesmo como analgésico para a mucosa genital.

Mas, para algumas pessoas, essas utilizações medicinais estão longes de ser a função do Emla. Elas fazem outro tipo de uso do produto: na verdade, é para lutar contra a ejaculação precoce que muitos homens usam o creme hoje em dia. Entretanto, esse não era o seu propósito principal.

Como devo usar?

Destina-se o Emla ao uso tópico. Para um uso adequado, basta aplicar uma camada de creme na área da pele que precisa de tratamento pelo menos uma hora antes do procedimento cirúrgico. Caso tenha usado uma grande quantidade sem querer, limpe o excesso com uma toalha ou algodão.

Para o tratamento da ejaculação precoce, o modo de uso permanece o mesmo: basta aplicar uma quantidade suficiente do Emla na glande e no pênis aproximadamente 20 minutos antes das relações sexuais. Depois de aplicar, lembre-se de enxaguar bem o pênis antes da penetração. Para uma maior segurança, prefira usar um preservativo, a fim de evitar deixar dormente o órgão sexual da sua parceira.

Da mesma forma, você precisa ter cuidado para não exceder a dose prescrita ao utilizar o creme. Uma dose excessiva de anestésicos locais pode levar a uma perigosa intoxicação.

Remédios para a ejaculação precoce: a Paroxetina [Omenscast #9]

No 9º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai tentar responder todas as suas dúvidas sobre o medicamento Pondera (paroxetina). A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Emla: duração e efeitos

A quantidade de tempo que o Emla age na pele depende de quanto do produto você está aplicando e o motivo de você estar usando o creme. No caso de uma anestesia local na pele antes de uma injeção ou pequena cirurgia, por exemplo, deve-se aplicar o creme em quantidade; seu efeito geralmente dura entre uma e duas horas após a aplicação.

Entretanto, quando usado para reduzir a sensibilidade na mucosa genital, a quantidade aplicada deve ser pequena, com o efeito durando entre 15 e 20 minutos. Em geral, seus efeitos variam de acordo com o tecido em que se aplica o anestésico. Quando aplicado em pele e não numa superfície mucosa, leva pelo menos uma hora para que o Emla seja completamente eficaz. Sua propriedade anestésica surte efeito em até 3 horas após a aplicação do creme.

Receba orientação e tratamento de médicos especializados

Não espere para procurar ajuda: busque um de nossos urologistas parceiros, especialistas em saúde sexual masculina.

Passe por uma consulta médica online hoje mesmo e comece já a tratar a ejaculação precoce (a partir de R$ 129).

Agendar Teleconsulta

e iniciar tratamento agora!

O Emla possui efeitos colaterais?

O Emla pode ter alguns efeitos colaterais que você deve conhecer antes de tudo.

Em primeiro lugar, dependendo do tipo de pele, podem acontecer reações cutâneas na área da aplicação, associadas ou não a dores leves. Você também pode sentir formigamento ou ardência na região. Se você tiver esses sintomas, limpe imediatamente e com cuidado toda a região da aplicação do produto. Lembre-se de consultar um médico para um tratamento adequado.

Além disso, mesmo que muito raramente, há pessoas alérgicas ao Emla e esse pode ser o seu caso. Assim, você pode ter reações alérgicas, incluindo um choque anafilático, o que pode trazer sérias consequências. Nesse caso, consulte um médico com urgência para seguir um tratamento adequado à sua situação.

Emla é um produto perigoso?

O Emla é um anestésico local. Como com qualquer medicamento, você deve se certificar de respeitar, durante o uso, a dosagem e as instruções fornecidas pelo seu médico, a fim de evitar qualquer risco para você. O Emla pode se tornar um produto perigoso quando afastado do seu uso principal.

Quando entra em contato com os olhos, o Emla pode causar irritação na córnea e seu efeito anestésico pode prejudicar os reflexos oculares protetores, aumentando o risco de um corpo estranho entrar no olho. Se isso acontecer, enxágue bem os olhos com água e, se necessário, com uma solução oftálmica de cloreto de sódio.

Caso o Emla entre em contato com o interior do ouvido, ele pode causar danos ao canal auditivo. Se isso acontecer, procure um médico com urgência. Você precisa ter certeza de que sua pele está saudável e livre de erupções cutâneas, cortes, arranhões ou outros tipos de ferimentos ao aplicar o creme. Isso porque existe o risco de o Emla penetrar no seu corpo e causar problemas mais graves.

Se você utiliza o Emla para reduzir a sensibilidade do pênis antes do sexo, certifique-se de que sua(seu) parceira(o) não tenha nenhuma alergia a algum dos componentes do produto. Além disso, tenha a certeza de que ela não está grávida, pois a lidocaína e a prilocaína podem alcançar a placenta e o feto.

Por que procurar um urologista se você tem ejaculação precoce? [Vídeo]

Entenda a ejaculação precoce, suas causas e tratamentos. Saiba o que pode ser feito quando você passar por essa situação e porque procurar um médico urologista é a melhor opção para tratar problemas de ejaculação.

Emla: nossa opinião

O Emla em creme é um produto inicialmente reservado para anestesias locais menores. Mas seu uso se dirigiu para o tratamento ocasional da ejaculação precoce.

Mesmo se comprovado que esse tratamento funciona, ele não pode ser usado a longo prazo para tratar a ejaculação precoce, já que há o risco de tornar o pênis insensível a ponto do paciente não ter mais uma ereção.

Deve-se usar o creme Emla de forma racional e cuidadosa a fim de não ter problemas com o seu uso. Por isso, é melhor procurar por um urologista, que pode orientar você quanto à utilização do produto. Ou, ainda, ele pode prescrever um outro tratamento adequado à sua situação. Há medicamentos certificados e eficazes disponíveis. Seu médico pode prescrever algum deles, prevenindo você de diversos riscos.

Contraindicações ao Emla creme

O Emla é contraindicado para uso em diversos casos. Por isso, você precisa ter certeza de que não é um deles antes de utilizar o creme. Dessa forma, proíbe-se seu uso nos seguintes casos:

  • Hipersensibilidade à lidocaína;
  • Se a(o) parceira(o) também sofre de hipersensibilidade à prilocaína;
  • Ou hipersensibilidade aos anestésicos locais do tipo amida, ou alergia a outros anestésicos do mesmo grupo químico;
  • Hipersensibilidade ao óleo de rícino polioxietileno;
  • Ferimentos abertos;
  • Tímpano danificado;
  • Em crianças prematuras com menos de 37 semanas de vida;
  • Alergia ou hipersensibilidade a qualquer um dos componentes ou excipientes;
  • No caso de metemoglobinemia congênita ou idiopática;
  • Em caso de porfiria;
  • Se você estiver tomando flutamida, sulfonamida, nitroprussiato de sódio, metoclopramida ou dapsona — consulte o seu médico antes de tudo!

Em conclusão: você deve consultar seu médico antes de utilizar o Emla.

  • Se você estiver sob medicação antiarrítmica;
  • Caso você sofra de insuficiência hepática ou outro problema no fígado;
  • Quando você seja propenso à dermatite atópica;
  • Se sua parceira estiver grávida ou apresentar ferimentos;
  • Proíbe-se o uso do Emla em atletas, pois a substância pode produzir resultados positivos em testes antidoping.

Receba orientação e tratamento de médicos especializados

Não espere para procurar ajuda: busque um de nossos urologistas parceiros, especialistas em saúde sexual masculina.

Passe por uma consulta médica online hoje mesmo e comece já a tratar a ejaculação precoce (a partir de R$ 129).

Agendar Teleconsulta

e iniciar tratamento agora!

Posologia (dosagens)

Deve-se usar o Emla de maneira criteriosa e, portanto, sob prescrição médica. Originalmente, o destino do creme não era tratar a ejaculação precoce. Mas, com o passar do tempo, ele demonstrou um pouco de eficácia contra esse problema sexual.

A utilização do Emla precisa ser regulada. Isso porque cada pessoa responde de forma diferente ao anestésico. Na verdade, a quantidade certa de aplicação do creme, o tempo de resposta e a eficácia vão variar de pessoa para pessoa.

Por essa razão, é muito importante que o produto seja receitado por um médico e que se respeite a prescrição. As instruções podem variar de acordo com as características pessoais do paciente.

Na realidade, a dosagem recomendada é de 2 a 3g para anestesiar uma pequena superfície da pele. Entretanto, se a região tratada for maior, a dose recomendada será de 1 a 1,5g do creme por 10 cm² de pele, respeitando a dose máxima recomendada de 50g por dia.

Emla: composição

Um tubo de 30g de Emla contém prilocaína e lidocaína, dois anestésicos de uso tópico. Para 30g do creme, encontramos os princípios ativos compostos da seguinte forma: 0,75g de lidocaína e 0,75g de prilocaína.

Os ingredientes não medicamentosos que complementam o produto incluem: óleo de rícino polioxietileno hidrogenado, carboxipolimetileno, água purificada e hidróxido de sódio.

Outros tratamentos para a Ejaculação Precoce

  • Um dos tratamentos mais recomendados para tratar problemas de ejaculação é o spray de lidocaína. Sua eficácia constantemente comprovada faz dele um medicamento prescrito regularmente pelos médicos.
  • Outros medicamentos frequentemente utilizados são a Dapoxetina e a Paroxetina. Eles são administrados oralmente em forma de comprimido de 1 a 3 horas antes do sexo.  Esses remédios reduzem a quantidade de serotonina e, assim, podem aumentar a duração das relações sexuais.

Atenção: embora o Emla possa ajudar o paciente ocasionalmente no tratamento da ejaculação precoce, seu uso não tratará o problema a longo prazo. Por isso é importante consultar um médico. Existem ainda outros métodos, mesmo não medicamentosos, que são adequados para ajudar você a recuperar uma sexualidade plena.

O melhor a se fazer hoje em dia é consultar um médico especializado em sexologia a partir da sua própria casa com a omens.com.br. Com sua experiência, ele será capaz de orientá-lo ao tratamento mais seguro e apropriado ao seu caso. Em seguida, você pode solicitar a entrega a domicílio da sua medicação.

Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *