Próstata aumentada: sintomas e remédios

uma noz, com tamanho semelhante a uma próstata
BLOG OMENS / Sexualidade
logo da Omens
Escrito por

Ranieri Soares

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

17 de abril 2022

Se você chegou na casa dos 50 anos e ultimamente tem sentido certa dificuldade para urinar, parecendo que sua bexiga está sempre cheia, sentindo um certo incômodo no trato urinário e às vezes até mesmo nos rins… Esse texto é para você. Afinal, vamos falar sobre um problema de saúde que se encaixa nessas descrições: a próstata aumentada ou inchada.

Neste artigo, nós da Omens vamos explicar sobre essa condição que afeta os homens de meia-idade. Juntos iremos descobrir quais são os sintomas da próstata aumentada e quais remédios usar para evitar algo mais grave. Este texto traz informações que podem apontar na direção certa e ajudá-lo a encontrar um tratamento adequado para você.

Hiperplasia prostática ou próstata aumentada: o que é isso?

A hiperplasia prostática ocorre quando a próstata e o tecido circundante se expandem. É uma condição comum à medida que os homens envelhecem. Uma próstata aumentada pode causar sintomas urinários bem desconfortáveis, como, por exemplo, bloquear o fluxo de urina que sairia da bexiga. Também pode causar problemas na bexiga, no trato urinário ou nos rins.

A próstata passa por dois períodos principais de crescimento à medida que o homem envelhece: a primeira é no início da puberdade, quando ela dobra de tamanho; a segunda, então, começa por volta dos 25 anos e continua durante a maior parte da vida de um homem. Assim, à medida que envelhecemos, a próstata pode ficar maior.

A hiperplasia prostática, portanto, é quando o órgão fica grande o suficiente para causar problemas. Cerca de 1 em cada 3 homens com mais de 50 anos têm sintomas no trato urinário e a causa mais comum desses sintomas é o aumento da próstata.

Em geral, a próstata é do tamanho de uma noz em homens adultos, mas ela pode aumentar e atingir o tamanho de uma laranja. À medida que a glândula aumenta, ela comprime a uretra e a parede da bexiga torna-se mais espessa.

Se não tratada, a bexiga pode enfraquecer e perder a capacidade de esvaziar completamente. A urina, então, permanece na bexiga.

Esses problemas causam muitos dos sintomas do trato urinário inferior. Assim, se você não conseguir urinar ou se tiver insuficiência renal, é necessária atenção imediata.

E tem tratamento?

Há vários tratamentos eficazes para o aumento da próstata, estes incluem medicamentos, terapias minimamente invasivas e cirurgia. Para escolher a melhor opção, você e seu médico considerarão seus sintomas, o tamanho de sua próstata, outras condições de saúde que você possa ter e suas preferências.

Os homens ficam preocupados, o que é natural, pois acreditam que ter uma próstata aumentada significa que eles têm um risco maior de desenvolver câncer de próstata – o que não é exatamente o caso. O risco de câncer de próstata não é maior para homens com próstata aumentada do que para homens sem a próstata inchada.

Hiperplasia prostática: como diminuir a próstata? [Omenscast #39]

No nosso 39º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai abordar a Hiperplasia Prostática Benigna, que nada mais é que um nome gigante para a próstata aumentada. A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

O que é a próstata?

A próstata é uma pequena glândula, localizada na pelve, entre o pênis e a bexiga, que faz parte do aparelho reprodutor do sexo masculino. Sua função é produzir o líquido seminal, fluido essencial para a fertilidade.

A glândula envolve a uretra no colo da bexiga, isto é, na área onde a uretra e a bexiga se unem. Bexiga e uretra são partes do trato urinário inferior.

A próstata tem dois ou mais lobos envolvidos por uma camada externa de tecido, e fica na frente do reto, logo abaixo da bexiga. A uretra, então, é o tubo que transporta a urina da bexiga para o exterior do corpo, e ainda expulsa o sêmen através do pênis.

O que causa um aumento da próstata?

A comunidade científica internacional ainda não sabe todas as respostas para o inchaço da próstata, no entanto, existem alguns fatores de risco que podem aumentar as chances da condição ocorrer:

  1. Idade

Como já dito, seu risco de ter um aumento da próstata aumenta à medida que você envelhece. Muitos homens com 50 anos ou mais têm, mas nem todos apresentam sintomas. E alguns outros têm sintomas que não os incomodam.

  1. Níveis hormonais

O equilíbrio dos hormônios (testosterona e estrogênio) em nosso corpo muda à medida que envelhecemos, e isso pode fazer com que a próstata cresça.

  1. Outros fatores

Alguns estudos mostram que homens obesos e com diabetes podem ter maior probabilidade de desenvolver um inchaço da próstata. A atividade física regular pode ajudar a reduzir o risco de sintomas urinários.

Entretanto, ainda é necessário mais pesquisas sobre as causas do aumento da próstata para saber com clareza se (é possível) e como podemos evitá-lo.

Outros estudos sugerem que a hiperplasia prostática (próstata aumentada) pode ser hereditária, ou seja, a pessoa tem mais risco de desenvolver uma próstata aumentada se seu pai ou irmão tiver uma. Mas novamente: mais estudos são necessários para confirmar essa hipótese.

Sintomas da próstata aumentada

Quando a próstata está aumentada, pode incomodar ou bloquear a bexiga, por isso a necessidade de urinar com frequência é um sintoma comum da hiperplasia prostática. Isso pode ser a cada 1 a 2 horas, principalmente à noite.

A gravidade dos sintomas em pessoas com aumento da próstata varia, mas os sintomas tendem a piorar gradualmente ao longo do tempo. 

Sinais e sintomas comuns incluem:

  • necessidade frequente ou urgente de urinar
  • aumento da frequência de micção à noite (noctúria)
  • dificuldade em iniciar a micção
  • jato de urina fraco ou um jato que para e começa
  • gotejamento no final da micção
  • incapacidade de esvaziar completamente a bexiga

Sinais e sintomas menos comuns incluem:

  • infecção do trato urinário
  • incapacidade de urinar
  • sangue na urina

O tamanho da sua próstata não indica obrigatoriamente a gravidade dos seus sintomas. Alguns homens com próstatas ligeiramente aumentadas podem ter sintomas significativos, enquanto outros com próstatas ainda mais aumentadas podem ter apenas sintomas urinários menores.

Em alguns homens, os sintomas eventualmente se estabilizam e podem até melhorar com o tempo.

Outras possíveis causas de sintomas urinários

Além disso, existem condições que podem levar a sintomas semelhantes aos causados ​​pelo aumento da próstata. Por exemplo:

  • infecção do trato urinário
  • inflamação da próstata (prostatite)
  • estreitamento da uretra (estenose uretral)
  • cicatrizes no colo da bexiga como resultado de cirurgia anterior
  • pedras na bexiga ou nos rins
  • problemas com os nervos que controlam a bexiga
  • câncer de próstata ou bexiga

Diagnosticando o aumento da próstata

Você pode ter de realizar vários exames diferentes para descobrir se tem uma próstata aumentada. Um clínico geral pode fazer alguns desses exames, como um teste de urina, mas outros podem precisar ser feitos em um hospital. A teleconsulta com um urologista pode ser um bom começo

Alguns exames podem ser necessários para descartar outras condições que causam sintomas semelhantes à hiperplasia prostática, como câncer de próstata.

Como é a dor na próstata?

Ter uma próstata aumentada afeta os homens de muitas maneiras, nem sempre iguais. Enquanto alguns podem controlar sintomas leves e não precisam de tratamento, outros acham que precisam ficar perto de um banheiro, dificultando o trabalho, dirigir, estar ao ar livre e participar de eventos sociais. Se você precisar ir muito ao banheiro durante a noite, isso pode afetar seu sono e fazer você se sentir mais cansado durante o dia.

Alguns homens com próstata aumentada descobrem que seus sintomas melhoram com o tempo sem tratamento, porém, para a maioria, os sintomas permanecerão os mesmos ou começarão lentamente a causar mais problemas ao longo do tempo, a menos que obtenham tratamento. 

Uma infecção da próstata ocorre quando a próstata e a área circundante ficam inchadas. Vários tipos de infecções podem afetar a próstata. Alguns homens com aumento benigno da próstata não apresentam nenhum sintoma, enquanto outros relatam muitos, incluindo dor intensa ao urinar. 

Remédios para próstata inchada

Mesmo que você tenha aumento benigno da próstata, isso não significa que conviverá com os sintomas pelo resto da vida. Os remédios e tratamentos disponíveis dependerão de sua própria situação de saúde e de quão perturbadores os sintomas se tornaram.

Em primeiro lugar, temos como tratamento o uso de remédios para próstata inchada. É comum tomar medicamentos prescritos para o aumento da próstata antes de mais nada. Existem inúmeros remédios para tratar essa condição, são os chamados alfabloqueadores, como Tansulosina ou Doxazosina, que funcionam relaxando os músculos afetados ao redor da próstata para estimular o fluxo de urina. 

Outro tipo de medicamento é um inibidor da 5-alfarredutase. Exemplos desses medicamentos incluem Finasterida e Dutasterida, medicamentos de longo prazo que ajudam a bloquear a produção de di-hidrotestosterona (DHT) e diminuir o tamanho da próstata.

Conclusão

Para a imensa maioria dos homens, os sintomas da Hiperplasia Benigna da Próstata melhoram após o tratamento. Infecção, sangramento, incontinência e disfunção erétil podem ocorrer após alguns tratamentos. Em alguns casos, o tecido cicatricial pode se formar.

A cirurgia para problemas benignos da próstata formalmente não afeta a ereção. A rotina sexual pode mudar, e também via de regra deixa de acontecer a propulsão de esperma durante a ejaculação, gerando um orgasmo seco. Portanto, não se espera que seu orgasmo mude: em alguns casos, os homens podem experimentar um problema em que o sêmen entra na bexiga em vez de sair do pênis, a ejaculação retrógrada.

Aliás, a cirurgia na maior parte das vezes é feita sem cortes, através do canal urinário, realizando-se uma raspagem da próstata para aumentar o espaço do canal urinário. Mais recentemente, essa técnica também passou a ser realizada com um laser.

Existe o risco de complicações, como infecção ou sangramento no pós-operatório, mas esses riscos são mitigados com o uso de técnicas e medidas corretas. Também existe a possibilidade de incontinência urinária por urgência (ou seja, vontade excessiva sem conseguir segurar) logo nos primeiros dias após a cirurgia – porém isso ocorre em menos de 10% dos casos e tende a desaparecer ao longo dos dias.

As infecções da próstata, mesmo as crônicas, não têm nada a ver com o câncer de próstata. Nem mesmo aumentam o risco de câncer de próstata. Uma infecção da próstata também não é contagiosa ou causada por suas parceiras sexuais. 

Vale ressaltar: se você tem algum destes sintomas ou acredita que possa estar passando por isso, é importante marcar uma consulta com um médico especializado: e o atendimento online certamente te ajudará!


Referências

Consulte online um médico ou psicólogo especializado em sexualidade

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada à saúde sexual e mental, que reúne médicos urologistas, terapeutas sexuais e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

Por isso, a plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade, além de psicólogos sexólogos. As consultas online podem ser feitas por mensagens, pelo celular ou por videochamada, por exemplo, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico ou psicólogo especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta para o mesmo dia! (no Brasil, aliás, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e, então, eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Além disso, evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *