Há relação entre o cigarro e a impotência sexual masculina?

as relações entre cigarro e problemas de ereção
BLOG OMENS / Ereção
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

23 de agosto 2021

Ao contrário do álcool, o cigarro, em qualquer quantidade, sempre é prejudicial à saúde e à libido.

Realmente o consumo moderado de álcool pode não apresentar um impacto negativo real para a sexualidade. Mas, quando esse consumo se torna diário (ou regular) e excessivo, as consequências são desastrosas para a ereção e a libido.

Com relação ao tabaco, supõe-se que ele seja a principal causa de disfunção erétil no mundo.

Vamos analisar mais de perto as consequências de fumar para a ereção.

Quais as consequências do tabagismo para a sexualidade?

Primeiramente, o tabaco (e a nicotina, seu princípio ativo) é um inimigo muito forte das nossas artérias; portanto, vira inimigo também da ereção.

Lembre-se de que, para ter uma boa ereção, as artérias devem estar flexíveis, funcionar corretamente e se abrirem para deixar o sangue circular para dentro do pênis.

Infelizmente, o cigarro danifica essas artérias, tornando-as mais grossas e pesadas, com dificuldades para se movimentar. E, é claro, se as artérias não se abrirem corretamente, o sangue não entrará no pênis adequadamente.

Porém, nossos organismos não são todos iguais quando se trata de reagir ao tabagismo: você pode fumar alguns cigarros e desenvolver doenças vasculares, enquanto outros fumam mais e não desenvolvem doenças…

Além disso, a ciência descobriu recentemente que certos genes predispõem homens a problemas de ereção: acrescente a isso ao tabagismo e aumente as suas chances de ter disfunção erétil em 25%, 50%… Mesmo porque, infelizmente, não podemos conhecer todos esses parâmetros antecipadamente.

Podcast: tudo sobre disfunção erétil [Omenscast #12]

No nosso 12º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai falar sobre os diferentes tipos de disfunção erétil, das suas causas, medicamentos e outros tipos de tratamentos. A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Como parar de fumar?

Como com qualquer vício, é muito difícil parar de fumar sozinho. É por isso que aconselhamos que você entre em contato com seu médico e/ou com alguma organização que te dê estrutura.

Você pode consultar o site do Programa Nacional de Controle do Tabagismo e verificar o atendimento em cada estado ou, ainda, obter mais informações na página dos Narcóticos Anônimos.

Ainda assim, podemos te dar algumas dicas sobre como parar por conta própria:

  • Tente mudar para um cigarro eletrônico: para os mais dependentes, é até possível ajustar a dose de nicotina, sem os efeitos nocivos da combustão do tabaco; esse método é eficaz para muitos fumantes que querem parar de fumar.
  • Você pode utilizar produtos de reposição de nicotina, como adesivos; peça mais informações ao seu médico ou a um farmacêutico.
  • Compensar a falta de exercício praticando esportes: o esporte tem um impacto muito positivo na saúde e vai te ajudar a manter uma boa relação com o próprio corpo; a longo prazo, você não sentirá nem vontade de fumar. 
  • Evite situações que você percebe que servem como gatilhos para ter vontade de acender um cigarro: café, bebida alcoólica, alguma situação de estresse, etc.
  • Crie um substituto para os momentos em que você tiver vontade de acender um cigarro, como mascar chicletes.
  • Por fim, você pode ir separando e guardando o dinheiro que costumava gastar com cigarros: essa é uma boa maneira de colher os benefícios de parar de fumar (além de preservar a sua saúde!).

Tenha em mente que você ainda precisará estar extremamente disposto, por isso recomendamos ajuda externa – inclusive possivelmente com uso de medicações que auxiliam no processo.

Disfunção erétil tem tratamento: não espere para procurar ajuda!

Consulte médicos urologistas, especialistas em saúde sexual masculina: por celular, chat online ou vídeo e a partir de R$ 69.

Você também pode obter sua receita médica e pedir para receber em casa os seus medicamentos ou tratamentos manipulados.

Agendar Teleconsulta

e receber ajuda profissional!

Parar de fumar acaba com a impotência?

Se a disfunção erétil for causada por danos excessivos às artérias do corpo e do pênis, então, infelizmente, apenas deixar de fumar não resolverá o problema.

Ainda assim voltamos a encorajar que as pessoas parem de fumar!

Porque, mesmo que as artérias estejam danificadas, a interrupção ajudará a evitar piorar a situação; e tomar um tratamento para impotência masculina será ainda mais eficaz.

Por fim, embora parar de fumar por si só não possa reparar as artérias, pode melhorar as ereções em casos de disfunção erétil leve. Ao melhorar a alimentação e praticar atividades físicas com regularidade, estudos demonstraram que a qualidade das ereções tendem a melhorar muito!

Certamente deixar de fumar pode levar a um estilo de vida mais saudável e, portanto, também trazer benefícios à sexualidade.

“Falhas” na cama: como gerenciar (e evitar) a situação [Vídeo]

A famosa “broxada”, ou “falha” na hora H é um problema de ereção em um momento específico, que acontece com muitos homens ao longo da vida. Todo homem, que faz sexo já passou por aquele momento em que pensou “broxei”, não é? Mas isso é, necessariamente, um problema de disfunção erétil? E como superar essa questão? Como driblar problemas de falta de ereção? Como manter a ereção por muito tempo? Como melhorar a ereção? Enfim, como não broxar? Entenda tudo nesse vídeo.

Como melhorar a ereção depois de parar de fumar?

Um estudo europeu recente analisou a qualidade da ereção de mais de 600 homens fazendo um contraste com as práticas esportivas de cada um deles.

E o resultado foi claro: quanto mais ativos os homens eram, melhor era a sua pontuação de função erétil (questionário IIEF)!

Certamente não só o esporte proporciona uma ereção de qualidade maior. Mas a quantidade e regularidade também é importante: quanto mais exercícios físicos você praticar, melhor será sua ereção.

Segundo ponto essencial: a alimentação! A melhor dieta para uma boa ereção poderia ser resumida da seguinte forma:

  1. menos açúcar;
  2. menos gordura;
  3. pouco sal.

Aliás, além da atividade física, outro estudo também demonstrou o impacto benéfico de uma dieta saudável e equilibrada para a sexualidade, mesmo para homens já com algum grau de disfunção erétil.

E nossa última dica para melhorar as ereções: ter boas noites de sono, principalmente sonos profundos (REM) e reparadores, o que permite uma regulação hormonal adequada.

Em resumo: fazer exercício, adotar uma alimentação equilibrada e dormir bem!

Conclusão: ligações fortes entre o tabagismo e os problemas de ereção

A correlação entre problemas de ereção e o cigarro é muito forte, independentemente de os nossos genes nos predispor ou não à disfunção erétil.

Se você tiver dificuldade para parar, consulte um médico para determinar o melhor caminho a seguir.

Nosso artigo detalhou as consequências do tabaco para a sexualidade, mas as consequências para a saúde em geral também não são boas. É necessário refletirmos sobre isso.

Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

COMENTÁRIOS SOBRE “Há relação entre o cigarro e a impotência sexual masculina?

  1. JOÃO CARLOS VASCONCELLOS says:

    Eu sou um senhor com 64 anos de idade e tive uma queda acentuada na minha vida sexual à partir de 58 anos de idade, sendo que meu urologista, tem como foco cuidar da minha próstata e não sinto muita disposição em me ajudar neste tema disfunção erétil indicando nesta área usar tadalafila e outras drogas dentro desta linha, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *