Como melhorar a ereção?

BLOG OMENS / Ereção
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

30 de novembro 2020

Aos homens que possuem problemas passageiros ou disfunção erétil resta a pergunta: como melhorar a ereção? Às vezes um homem pode experimentar períodos “não tão bons” ao longo de sua vida sexual. Ainda que as causas possam ser tanto psicológicas como fisiológicas, há certas atitudes que melhoram a nossa libido.

Durante o ato sexual, o homem inevitavelmente se depara com um aspecto orgânico do corpo: a ereção. Sem ela, é difícil entrever uma penetração. E muitas vezes, erroneamente, ela está associada à manifestação do desejo sexual masculino. Mas não é porque um homem não tem uma ereção que ele não sente desejo por sua parceira (ou seu parceiro)…

Bem, o que certamente nos interessa hoje é lhe dar todas as possibilidades de ter uma ereção forte. Faremos uma análise sobre os métodos naturais, ligados a um estilo de vida saudável e, se necessário, falaremos sobre soluções medicamentosas, que dependem da situação de cada indivíduo.

Melhorando a ereção: fatores psicológicos

Uma vida saudável contribui para a saúde mental e física. Da mesma forma, uma dieta equilibrada aliada à prática esportiva promovem uma boa relação com o corpo e uma mente saudável.

Primeiramente, antes de buscar uma vida sexual equilibrada, é preciso viver de forma equilibrada. Por isso, é necessário reduzir o estresse e todas as manifestações psicológicas que podem perturbar a sexualidade. O abuso de pornografia, por exemplo, pode afetar sua vida sexual de muitas maneiras.

Corpo e mente estão intimamente ligados, manter ambos sãos é a chave para se sentir bem consigo mesmo.

Melhorando a ereção através da alimentação

Tenha uma dieta equilibrada: frutas e vegetais são ricos em vitaminas e óxido nítrico, por exemplo. Eles têm um efeito benéfico para a circulação sanguínea.

Evite o cigarro e beba álcool com moderação. O tabaco retarda o fornecimento de sangue ao pênis, reduzindo o fluxo sanguíneo e prejudicando de uma maneira geral sua saúde cardiovascular.

Em resumo, reduza o consumo de gorduras animais, o açúcar e prefira uma dieta rica em antioxidantes.

A prática de esportes aumenta as chances de uma ereção melhor

A prática esportiva regular ajuda a conservar as capacidades físicas e mentais do corpo: redução do estresse, melhoria da saúde cardiovascular, liberação de endorfinas, produção de testosterona…

São diversos os benefícios do esporte para a vida sexual.

O excesso de peso às vezes é a causa de certos tipos de disfunção erétil. No entanto, não exceda uma hora de esporte por dia. Fortaleça seus músculos pélvicos, que têm relação direta com a qualidade da ereção e da ejaculação. Os exercícios de Kegel são uma forma eficaz de trabalhar esses músculos.

Portanto, a alimentação e a forma física contribuem para uma sexualidade plena.

A disfunção erétil pode ter causas diferentes, mas muitas vezes tem uma origem psicológica. Fatores como o estresse ou a ansiedade podem ser reduzidos através da prática de esportes ou de outras atividades (meditação, por exemplo).

Às vezes, uma queda na libido pode ser também o resultado das dificuldades no relacionamento do casal ou de uma relação sufocada. É importante evitar a rotina para conservar o relacionamento.

Casado ou solteiro: mude sua rotina para melhorar a ereção

Para ter uma ereção forte, é preciso primeiro sentir desejo sexual. Alimentar o desejo significa também fazer mudanças na rotina: aquilo que é bastante regular muitas vezes perde o interesse. Há algo de excitante no desconhecido.

Em um relacionamento, é importante inovar, seja na cama ou na vida: mude seus hábitos para manter o desejo pelo seu parceiro, não seja previsível!

A rotina às vezes é o inimigo da sua libido. Há vários jogos e maneiras de mudar sua vida sexual se você achar que ela ficou muito monótona.

Um urologista pode te ajudar a melhorar a ereção

Se a disfunção erétil persistir, pode haver causas fisiológicas envolvidas. Por exemplo: idade, excesso de peso, doenças crônicas ou certos medicamentos que podem afetar a ereção.

Um médico será capaz de identificar se as causas do problema são médicas ou psicológicas. A psicoterapia pode ser considerada se o urologista considerar que sua questão não é médica. Existem muitos tratamentos para isso e até mesmo alguns mecanismos que podem ajudar você a conseguir uma ereção satisfatória.

Em todos os casos, somente um urologista poderá te prescrever um tratamento adequado, em função do seu estado de saúde e de eventuais medicamentos que possam ser prejudiciais à sua ereção.

Alguns remédios para hipertensão podem ser uma das causas da disfunção erétil. Portanto, é importante evitar a automedicação para não colocar a sua saúde em risco.

Concluindo: não foquem apenas na sua ereção, senhores, procurem primeiro melhorar sua qualidade de vida! O estresse e a ansiedade são fatores importantes, que influenciam a sua libido. Se você já está ansioso por conta da sua ereção antes mesmo de iniciar a relação sexual, é provável que ela não ocorra como planejado. Relaxe!

Consulte um médico especializado em sexologia na Omens

Omens.com.br é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne urologistas, sexólogos e farmacêuticos para construir uma solução de qualidade, segura e acessível a todos.

A plataforma permite que você se consulte online com médicos especializados em sexologia. A consulta online pode ser feita por mensagem, telefone ou videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado em sexualidade, que trata de distúrbios relacionados ao sexo diariamente.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta dentro de 24 horas (a espera média para uma consulta com um urologista especializado em sexologia no Brasil é de vários meses).
  • Peça pela internet os medicamentos necessários ao tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia perto de você.
  • Evite o desconforto na sala de espera de um consultório ou na farmácia.

Fontes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *