Melhorar a ereção: dicas importantes

Há tratamentos e soluções para melhorar a ereção
BLOG OMENS / Ereção
logo da Omens
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

11 de janeiro 2022

Problemas de ereção podem ocorrer em qualquer ponto da vida sexual de um homem e são, inclusive, bastante comuns. Mas urologistas são preparados para tratar esse tipo de problema, e há diversas soluções: mudança nos hábitos e no estilo de vida, terapias e/ou medicamentos. Se você quiser melhorar a sua ereção, consulte pela internet um urologista para uma orientação personalizada.

Fatores como estresse, ansiedade, falta de atividades físicas, ganho de peso, certos medicamentos, consumo de substâncias como nicotina, álcool e outras drogas, às vezes, causam disfunção erétil.

Disfunção erétil: definição

Podemos definir a disfunção erétil como a incapacidade ou a dificuldade em manter uma ereção suficiente para uma relação sexual satisfatória.

Na maioria das vezes, aliás, é o próprio homem que julga que sua ereção apresenta problemas ou que não está dura o suficiente. Há, ainda, aqueles que aceitam uma ereção mais fraca e se adaptam, porque não é um problema grave para eles.

No entanto, quando o assunto é ter uma sexualidade plena, existem muitas outras possibilidades além da penetração. Tudo depende da nossa idade, do nosso relacionamento…

No entanto, é aconselhável consultar um médico especialista se você achar que suas relações sexuais não são mais prazerosas, sobretudo por causa da sua ereção. Em seguida, é necessário distinguirmos se o problema é fisiológico ou psicológico.

Podcast: tudo sobre disfunção erétil [Omenscast #12]

No nosso 12º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai falar sobre os diferentes tipos de disfunção erétil, das suas causas, medicamentos e outros tipos de tratamentos. A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Melhorar a ereção: causas psicológicas da disfunção erétil

Ansiedade em relação à própria performance sexual, medo de não conseguir uma boa ereção, depressão, estresse: todos esses fatores psicológicos podem prejudicar a ereção.

Esses transtornos podem ser passageiros e não ocorrer necessariamente em toda relação. Ainda assim, podem interferir na vida sexual do homem.

De qualquer forma, é recomendável consultar um médico especialista, um urologista: ele poderá diagnosticar as causas do problema de acordo com cada caso.

NOVO

Seu parceiro tem alguma dificuldade? Você vê problemas no relacionamento?

Encontre uma solução online conversando com um psicólogo especializado em sexualidade.

Teleconsulte por vídeo ou celular o terapeuta sexual da sua escolha e consiga a ajuda necessária para a sua relação!

Agendar Teleconsulta

e receber ajuda agora!

Como um estilo de vida saudável ajuda a melhorar a ereção

Seu estilo de vida influencia diretamente a qualidade da sua ereção.

Para uma ereção melhor, evite o cigarro e o álcool

Evite fumar: o cigarro produz efeitos nocivos à sua saúde cardiovascular. A nicotina (e outros produtos feitos a partir do tabaco) reduz o fluxo de sangue que chega ao pênis.

Quanto ao álcool, enquanto a bebida em pequenas quantidades pode acalmar e até retardar um pouco a ejaculação, abusar dela traz efeitos nocivos à saúde a longo prazo.

Para uma ereção mais forte, adote uma alimentação saudável

A alimentação também tem um forte impacto na qualidade da sua ereção: reduza alimentos gordurosos e com carboidratos em excesso, bem como alimentos ultraprocessados. Dê preferência, então a uma dieta rica em alimentos frescos, vegetais e antioxidantes.

Coma mais frutas e vegetais, ricos em vitamina D, que auxiliem na produção de óxido nítrico. Eles trarão benefícios ao fluxo sanguíneo e à circulação. As frutas vermelhas, em particular, podem ser bastante proveitosas.

Adote, portanto, uma dieta mais saudável e beba bastante água (1,5 litros por dia). Uma ótima hidratação é a peça chave para uma boa ereção.

Para ereções melhores, pratique esportes

A prática regular de atividades físicas também é importante. Exercícios ajudam a eliminar a gordura e a melhorar a função cardiovascular.

Durante as atividades físicas, o nosso organismo libera endorfina, o que reduz o estresse e traz prazer. Da mesma forma, nosso corpo também produz testosterona e os hormônios do crescimento durante os exercícios, ajudando a aumentar nosso desejo sexual.

Você pode, por exemplo, fazer sessões de cardio ou de musculação, até no máximo uma hora por dia.

Procure, então, a orientação de um médico especialista no assunto.

Como melhorar naturalmente a ereção? [Vídeo]

Muitos homens se queixam da sua ereção: enquanto uns procuram por uma ereção mais forte, outros não conseguem solucionar o problema de disfunção erétil. Surgem, então, as perguntas: como manter a ereção por mais tempo? Tem como melhorar a ereção masculina naturalmente? Só atividade física, bom sono e alimentação saudável já bastam? Nesse vídeo, o Dr. João Brunhara responde a essas e outras questões.

Melhorar a ereção fortalecendo a musculatura pélvica

Aprenda a fortalecer certos músculos do seu corpo, como os músculos pélvicos e o períneo. Faça contrações com eles várias vezes, segurando por alguns segundos, várias vezes ao dia.

Desenvolver esses músculos ajuda a prevenir a disfunção erétil e a incontinência urinária.

Consulte um urologista para melhorar a sua ereção

Se ainda assim essas medidas simples não forem o suficiente, pode ser necessária uma consulta médica.

Você pode conversar com um especialista, procurando por um consultório médico ou através de uma teleconsulta com um urologista. Um especialista identificará as raízes do problema.

Dependendo do seu caso, o médico pode receitar a você uma medicação. É essencial buscar o acompanhamento de um profissional especializado, pois, sem uma prescrição médica, você está exposto a muitos riscos.

O urologista pode achar necessário te prescrever um tratamento: consulte online agora mesmo para obter mais informações.

Tratamentos para melhorar a ereção

Os inibidores da fosfodiesterase (PDE5): Viagra, Cialis, Levitra, etc.

Todos estes são medicamentos em comprimidos. Os principais são: sildenafil, tadalafil, avanafil e vardenafil — somente o avanafil não está disponível no Brasil, enquanto os outros são comercializados livremente.

Esses medicamentos não provocam a ereção, mas melhoram a qualidade de uma ereção obtida naturalmente no momento de excitação. O médico que prescrever a você esse tipo de medicação fornecerá informações específicas sobre como administrar o tratamento.

Injeções intracavernosas

Esse foi o primeiro tratamento farmacológico para a disfunção erétil.

Com a ajuda de uma pequena agulha, injetamos o produto diretamente no pênis, que faz com que as artérias se dilatem. O efeito aparece de 5 a 10 minutos após a injeção e a ereção não ultrapassa o período de uma hora.

Esse método é usado somente quando o tratamento com comprimidos não foi tolerado pelo paciente, ou quando ele é contraindicado, ou quando não teve real eficácia.

Faça o sexo durar mais tempo e ainda deixe a sua ereção mais forte!

Para quem passa por problemas de ereção e sente que também ejacula rápido demais, há as cápsulas à base de Tadalafil e Dapoxetina, que você só precisa tomar no dia da relação sexual.

Agendar Teleconsulta

Consulte agora mesmo, pela internet ou pelo celular (a partir de R$ 69), um urologista especialista em saúde sexual masculina e encomende o seu tratamento nas farmácias de manipulação parceiras da Omens!

Creme intrauretral

O princípio ativo é o mesmo das injeções intracavernosas, mas sua aplicação não exige agulha: o creme pode ser colocado pela uretra.

No entanto, o estímulo sexual é necessário para se obter uma ereção satisfatória.

A bomba peniana, de vácuo

Além disso, existe também uma técnica antiga que não contém nenhuma substância ou tratamento farmacológico: a bomba peniana.

A bomba é instalada em volta do pênis e provoca, por uma diferença na pressão, a entrada de sangue nos corpos cavernosos; logo, temos uma ereção.

Ela deve ser utilizada com cuidado e de acordo com as instruções de uso.

Testosterona

Um exame em laboratório pode revelar uma queda nos níveis de testosterona, muitas vezes causada por fadiga, ganho de peso, etc. Um médico especialista pode te prescrever testosterona como complemento ao tratamento para melhorar a ereção.

Mas atenção: só existe a indicação de usar testosterona nos casos em que o nível do hormônio no sangue está abaixo do valor de referência.

A testosterona promove o “apetite sexual” e aumenta a força muscular e o desempenho cerebral, mas somente em homens que estão com uma deficiência do hormônio diagnosticada por exames.


Em conclusão, a disfunção erétil é um problema comum.

Consulte online um médico especialista, que será capaz de te orientar e, se necessário, receitar uma medicação.

Fontes

Consulte online um médico ou psicólogo especializado em sexualidade

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada à saúde sexual e mental, que reúne médicos urologistas, terapeutas sexuais e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

Por isso, a plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade, além de psicólogos sexólogos. As consultas online podem ser feitas por mensagens, pelo celular ou por videochamada, por exemplo, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico ou psicólogo especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta para o mesmo dia! (no Brasil, aliás, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e, então, eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Além disso, evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

7 comentário(s) sobre “Melhorar a ereção: dicas importantes

  1. Arthur Morgan says:

    Me masturbo, diariamente, incessantemente, á uns 13 anos, tenho 25, quais os danos que isso pode ter causado em minha saúde? A testosterona baixa?

  2. Patrícia says:

    Olá, sou uma mulher e estou com uma dúvida quanto à ereção…qndo o homem tem uma ereção completa, o saco quase “desaparece”, a pele se estica toda e o pênis aumenta de tamanho e diâmetro. E quando o homem tem uma ereção longa, porém o saco escrotal está do mesmo tamanho, intacto não esticou a pele, não houve mudança nessa área, apesar do pênis estar ereto? É sinal de q a ereção não está completa e de q o pênis em questão, ainda tem muito q crescer, correto ou não? Muito grata!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *