Diabetes atrapalha a ereção?

o remédios para diabetes não provocam impotência, mas a própria doença pode causar
BLOG OMENS / Ereção
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

5 de outubro 2021

Mais da metade dos homens que possuem diabetes também têm disfunção erétil. Além disso, inversamente, dentre os homens com impotência, 20% também têm diabetes. Diabetes e ereção estão, portanto, intimamente ligados. Essa relação é tão forte que alguns especialistas sugerem perguntar aos homens sobre quaisquer dificuldades de ereção durante o sexo ao se realizar um possível diagnóstico da doença.

Disfunção erétil: diabetes causa ”impotência”?

As 3 principais causas de problemas de ereção associados à diabetes são:

  1. fatores psicológicos;
  2. complicações arteriais;
  3. influência de fatores neurológicos.

Fatores psicológicos

Em primeiro lugar, constatar que se tem diabetes nunca é uma descoberta banal: muitos conhecem a doença e suas possíveis complicações.

Mesmo que hoje em dia a diabetes possua muitos tratamentos bons, as preocupações em relação ao futuro continuam. Também se sabe que é necessário ficar tomando medicamentos e obter acompanhamento médico regular.

Por isso, do ponto de vista psicológico, a doença pode provocar certos questionamentos e ansiedades no paciente. Em resumo, estamos falando de um mal-estar incompatível com o estado de leveza, com a libido e a excitação sexual.

Complicações arteriais

Se existe uma complicação da diabetes bastante temida, é o fato de que ela pode comprometer a qualidade das artérias do nosso corpo.

Dentre as artérias que podem ser prejudicadas devido ao diabetes, há as artérias do pênis e as que levam sangue ao órgão sexual.

Assim, se a doença não estiver controlada ou se não for tratada adequadamente, ela acaba diminuindo a circulação sanguínea no pênis e provocando o que muitos chamam de “impotência sexual”.

Influência de fatores neurológicos

Além disso, todos os diabéticos sabem que a doença pode alterar a sensibilidade das extremidades: a chamada neuropatia diabética.

Da mesma forma que essa neuropatia pode afetar os pés ou as mãos, ela também pode afetar os nervos da região do períneo. Quando isso acontece, o problema impede a transmissão adequada dos impulsos nervosos entre o cérebro e o pênis. A neuropatia também pode interferir na conexão neurológica adequada entre esses dois órgãos.

Em outras palavras, os impulsos nervosos não vão alcançar o cérebro; portanto, eles não serão capazes de provocar uma ereção.

Disfunção erétil aos 40 anos [Omenscast #4]

No quarto episódio do Omenscast, o médico e urologista João Brunhara, especialista em sexualidade masculina, analisará os problemas de ereção em homens mais jovens, na faixa etária dos 40 anos. A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Remédios para diabetes causam impotência?

Felizmente se sabe que os medicamentos antidiabéticos não causam problemas de ereção.

No entanto, alguns pacientes reclamam de dificuldades de ereção quando o tratamento é alterado. Na maioria dos casos, a causa não é a nova medicação, mas o fato de o diabetes estar descontrolado.

Esse descontrole que possivelmente foi a razão para uma mudança no tratamento. Por isso se diz que não foram os remédios, mas o próprio diabetes que gerou a disfunção erétil.

Como diminuir a diabetes naturalmente?

Aqui vão 7 conselhos para te ajudar a baixar o diabetes naturalmente:

  1. reduzir os níveis de glicemia no sangue fazendo exercícios;
  2. perder peso;
  3. adotar uma alimentação saudável com baixo teor de açúcar (frutas e legumes, peixes, fibras, etc.);
  4. comer carboidratos mais na parte da manhã ou na hora do almoço – e, dentro dos carboidratos, dar preferência aos carboidratos complexos, como grãos integrais, em oposição a açúcares simples como farinha de trigo branca ou o próprio açúcar refinado;
  5. tomar suplementos alimentares se necessário (peça orientação ao seu médico);
  6. beber água e se manter bem hidratado;
  7. reduzir as fontes de ansiedade e estresse.

Como funciona uma ereção? [Vídeo]

Nesse vídeo, nosso médico Dr. João Brunhara explica um pouco sobre como funciona a ereção, para que ela serve, e até mesmo como avaliar sua função sexual, para saber se você tem ou não uma disfunção sexual (disfunção erétil) e se é o caso de procurar um urologista especializado em sexualidade.

Como superar a dificuldade de ereção mesmo com diabetes

O mais importante para recuperar uma ereção, se elas não estiverem mais presentes devido ao diabetes, é seguir seu tratamento a fim de ter um nível equilibrado de açúcar no sangue.

Somente o tratamento garantirá níveis estáveis de glicemia. Portanto, na realidade, não é o medicamento que pode causar impotência, mas uma diabetes desequilibrada.

Também é importante cuidar da própria alimentação, como mencionamos anteriormente.

Se, apesar de tudo, a dificuldade persistir, é possível fazer uso de medicamentos para ereção após um check-up completo (avaliação hormonal, exame físico, etc.), a fim de descartar outra causa médica.

No entanto, é importante ressaltar que o contexto deve ser favorável para se conseguir uma ereção, mesmo com remédios: desejo e excitação são “ingredientes” essenciais.

Disfunção erétil tem tratamento: não espere para procurar ajuda!

Consulte médicos urologistas, especialistas em saúde sexual masculina: por celular, chat online ou vídeo e a partir de R$ 69.

Você também pode obter sua receita médica e pedir para receber em casa os seus medicamentos ou tratamentos manipulados.

Agendar Teleconsulta

e receber ajuda profissional!

Diabetes e sexualidade

O diabetes é um inimigo da ereção. 

Claro que, como acontecem com muitas doenças, nem sempre conseguimos evitar o diabetes. Por outro lado, se você a tem, pode fazer de tudo para mantê-la o mais equilibrada possível.

Estudos nos mostram que existe uma ligação direta entre a qualidade da ereção (medida pelo questionário sobre função erétil) e os valores de hemoglobina glicosilada – esses números são utilizados para, entre outras coisas, avaliar o equilíbrio do diabetes.

A melhor maneira de evitar uma disfunção erétil quando se tem diabetes é controlá-lo da melhor maneira possível.  

Se, ainda assim, os problemas de ereção persistirem, é essencial discuti-los com o seu médico (clínico geral ou endocrinologista): essas situações são muito comuns.

Por fim, tenha em mente que, quando o assunto é diabetes, quanto mais cedo se tratar esses problemas melhores serão as chances de progredir e evitar que a doença se agrave.


Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *