Você sabia que há diferentes tipos de pênis?

cebolinha, ervilhas, aspargos representando alguns dos diferentes tipos de pênis
BLOG OMENS / Sexualidade
logo da Omens
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

4 de junho 2022

Existe uma grande preocupação masculina com o formato e o tamanho do próprio pênis. Aliás, muitas vezes essa preocupação é tão grande que entra na frente da satisfação sexual própria ou da(o) parceira(o). Buscando resolver esse tipo de insegurança, a Omens preparou essa publicação mostrando que existem diversos tipos de pênis e que muitas vezes não é preciso se preocupar:

Os tipos de pênis

Você sabia que existem 5 tipos diferentes de pênis? Na realidade, existem mais, mas esses 5 tipos que veremos abaixo são categorias que agrupam as características mais encontradas pelos médicos urologistas.

Pênis em formato lápis

O pênis em formato lápis (ou reto) tem a mesma largura da base até glande. Também não possui curvatura, apesar de poder inclinar para algum dos lados.

O nome do formato é “lápis”, porque a glande tem um formato triangular arredondado, o que o deixa parecendo um lápis.

Esse formato pode ser maior, menor, mais largo ou fino. 

Pênis em formato cogumelo

Esse tipo de pênis tem a base mais larga no início e mais fina e, à medida que vai se aproximando da glande, ele se afina. Além disso, a glande é mais larga, dando o formato característico de um cogumelo.

Para quem tem esse tipo de pênis, pode ser um pouco mais complicada a penetração, mas é importante saber que a glande é um tecido maleável, que se adapta com facilidade. Basta ter um pouco de cuidado para não machucar a si mesmo ou a(o) parceira(o). 

Pênis curvo

O pênis em formato curvo, como o nome já diz, é o pênis que tem uma curvatura para baixo, para cima ou para os lados. Novamente, essa forma pode causar certa complicação na hora da penetração, exatamente por causa da sua curvatura. Caso esse formato esteja afetando a vida sexual do homem, pode ser realizada uma cirurgia para a correção do problema.

Quando o pênis em formato curvo é um problema?

Existem alguns sinais de que o pênis em formato curvo na realidade é um dos sintomas da doença de Peyronie, portanto:

  • se o pênis adquiriu o formato curvo depois da idade adulta
  • ou se existe dor na relação sexual ou quando o pênis fica ereto,

Procure imediatamente um urologista.

A doença de Peyronie é uma condição séria que requer tratamento médico para restabelecer a vida sexual e a saúde do homem.

Pênis em formato aspargo

O formato aspargo é um pênis muito comprido para a sua largura ou menos largo do que poderia ser para seu comprimento. É um formato um pouco mais incomum, mas não costuma apresentar nenhum tipo de problema na hora da penetração

Pênis em formato banana

Por fim, o último dos diferentes tipos de pênis: o formato banana. Esse nome não é dado por causa da curvatura. Na realidade, o que acontece nesse tipo de pênis é que a base e a ponta é menos larga do que o meio, dando, assim, um formato semelhante ao da banana.

Micropênis tem tratamento? [Omenscast #31]

No nosso 31º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai falar sobre pênis de tamanhos abaixo da média e, principalmente, sobre os micropênis. Afinal, existe tratamento para quem tem um membro bastante pequeno? A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Existe um formato ideal de pênis?

A pergunta que muitos fazem é se existe algum pênis com formato ideal.

A resposta é que não. Pois é, não existe um formato que proporcione sempre mais prazer ou que justifique uma forma ideal. O que existem são gostos pessoais, que mudam de acordo com a pessoa.

Temos uma pesquisa que demonstra exatamente isso: nela, diferentes tipos de pênis foram mostrados para um certo número de mulheres que avaliaram qual deles mais gostaram e o porquê. O que se descobriu é que características para além do formato do pênis contaram muito mais para elas. 

Qual o formato de pênis mais comum?

O formato mais comum de pênis é o lápis. No entanto, o “cogumelo” e o “banana” também são bastante comuns.

É importante lembrar que só por que um formato é comum não quer dizer que ele seja ideal ou um padrão a ser seguido. 

Qual o formato de pênis menos comum?

O formato menos comum é o aspargo, mas novamente: não é só por que se tem um pênis com um formato menos comum que ele signifique um problema.

Não existe problema algum nesse formato e ele pode satisfazer sexualmente qualquer tipo de parceiro.

E o tamanho? Importa ou não?

O tamanho do pênis também causa muitas dúvidas. Quanto maior, melhor ou o tamanho realmente não importa?

Antes de tudo, é importante levar em conta que existe sim uma questão de gosto envolvida. Assim como pessoas diferentes gostam de coisas diferentes, o mesmo acontece com tamanho e formato do pênis. Existe quem goste dos grandes ou quem prefira os pequenos, ou quem não tem preferência no assunto.

Além disso, a maioria dos homens acaba achando que tem o pênis menor do que de fato tem. A média brasileira é entre 14,5 e 15,7. Se você quer saber mais sobre isso e aprender como medir corretamente o tamanho do pênis, confira a publicação da Omens sobre o assunto.

Então, importa ou não importa? Podemos dizer que não muito. Mais de 80% das parceiras estão satisfeitas com a questão, enquanto apenas 55% dos homens dizem estar satisfeitos com seus pênis.

Por que os pênis são diferentes?

E por que os pênis tem formatos e tamanhos tão diferentes? Pelo mesmo motivo que nós somos pessoas diferentes: genética. Esse é um dos principais fatores que determina qual será o tamanho do pênis.

A constituição do corpo e a sua etnia, características herdadas dos familiares, mandam muito na hora de determinar tamanho e formato do pênis. É por isso que a média de tamanho do pênis pode variar de país para país.

Além disso, existe também uma questão hormonal durante a adolescência e a infância. Quando existe baixa produção de testosterona, o tamanho do pênis pode ser afetado.

Conclusão

O formato e tamanho do pênis quase sempre estão em segundo lugar. É preciso se preocupar mais com a higiene e saúde sexual do que com a beleza do órgão genital. Além disso, não existe um pênis com formato ideal ou que dê mais ou menos prazer.

Por fim, cirurgias de correção só devem ser consideradas se a vida sexual estiver sendo afetada ou se existir alguma condição médica que justifique o procedimento.

Todos os tipos de pênis que citamos podem ter performances excepcionais no sexo. Basta saber utilizá-los.


Referências

Consulte online um médico ou psicólogo especializado em sexualidade

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada à saúde sexual e mental, que reúne médicos urologistas, terapeutas sexuais e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

Por isso, a plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade, além de psicólogos sexólogos. As consultas online podem ser feitas por mensagens, pelo celular ou por videochamada, por exemplo, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico ou psicólogo especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta para o mesmo dia! (no Brasil, aliás, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e, então, eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Além disso, evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *