Sangue no esperma: causas e tratamentos

BLOG OMENS / Sexualidade
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

18 de janeiro 2021

Um sêmen de coloração marrom ou avermelhada pode indicar a presença de sangue no esperma: chamamos esse fenômeno de hemospermia.

Embora esse sintoma pareça assustador, muitas vezes não se trata de um problema grave.

O esperma é composto de espermatozoides vindos do epidídimo e de fluidos produzidos pelas vesículas seminais, próstata e outras glândulas mucosas pequenas. A presença de sangue no esperma pode, portanto, ser um sinal de uma lesão nessas diferentes estruturas.

Causas de sangue no sêmen

Na maioria das vezes, a presença de sangue no esperma acontece de forma inadvertida, assim, sem que os médicos consigam explicar de imediato a causa. Nesses casos, o problema desaparece espontaneamente, dentro de alguns dias ou meses.

  • A causa mais comum que se conhece é a biópsia da próstata. O sangramento pode permanecer por várias semanas após a intervenção. O mesmo pode acontecer também após uma vasectomia.

As causas conhecidas menos comuns incluem, por exemplo:

Em casos muito raros, a presença de sangue no esperma é o resultado de tumores nas vesículas seminais e nos testículos.

Na África, na Índia ou em certas regiões do Oriente Médio, um verme parasita (Schistosoma haematobium) provoca, com frequência, infecções urinárias e a presença de sangue na urina ou no sêmen.

Às vezes, o sangue pode estar presente no esperma em virtude da tuberculose.

CONSULTAR UM

UROLOGISTA ONLINE

Por que esperar para resolver algo que tem solução?

CONSULTAR UM UROLOGISTA ONLINE

Por que esperar para resolver algo que tem solução?

Sangue no esperma: diagnóstico

Geralmente, a presença de sangue no esperma não é grave e não exige qualquer exame específico. Ainda assim, você deve consultar um médico caso surja algum destes sintomas mais preocupantes:

  • um sangramento que acontece várias vezes (a menos que você tenha feito recentemente uma biópsia da próstata);
  • inchaço nos testículos;
  • viagem a uma das regiões onde vivem os vermes parasitas de que falamos anteriormente;
  • perda de peso, febre, sintomas urinários, dores nos testículos ou no abdome inferior/períneo, ou qualquer outro sintoma associado

Quando o homem apresenta algum desses sinais de alerta, é importante consultar um médico.

Após os 35 anos de idade, mesmo que não haja nenhum sintoma em particular, é necessário consultar um médico.

O que o médico vai fazer?

Com uma série de perguntas, o profissional vai identificar eventuais sintomas e vai conhecer o histórico médico do paciente. Geralmente, a avaliação clínica e o conhecimento do histórico médico são suficientes para explicar a presença de sangue no esperma.

O médico poderá, por exemplo, fazer as seguintes perguntas:

  • Faz quanto tempo que você observou a presença de sangue no sêmen?
  • Fez uma biópsia da próstata recentemente?
  • Houve a presença de sangue na urina ou teve dificuldade para urinar, ou notou algum corrimento no pênis (sinais de uma infecção urinária)?
  • Foi diagnosticado com uma doença da próstata, como a hiperplasia prostática benigna?

O médico irá examinar, então, os órgão genitais em busca de qualquer vermelhidão, inchaço ou sensibilidade exagerada. Além disso, pode ser necessário realizar um exame de toque retal para excluir a possibilidade de próstata aumentada.

Quais os exames e tratamentos?

Na maioria das vezes, principalmente em homens com menos de 35 anos de idade (ou em quem fez uma biópsia da próstata recentemente), a presença de sangue no esperma não é patológica e se resolve naturalmente.

Mesmo assim, pode ser necessário examinar a urina e o esperma para detectar qualquer infecção ou problema.

Mas, dependendo dos sintomas, da idade do paciente e do exame médico, outros exames podem ser realizados, especialmente se o médico suspeitar de câncer de próstata.

Quanto aos medicamentos, isso irá depender da causa, mas normalmente nenhum tratamento é necessário. Isso porque, nesses casos mais comuns, não encontramos nenhuma causa.

Sangue no esperma: conclusão

Na maioria das vezes, não encontramos a causa da presença de sangue no sêmen. Portanto, um esperma marrom ou avermelhado não é um sinal de câncer ou disfunção sexual.

Deve-se realizar exames mais completos em homens com mais de 40 anos que tenham apresentado sintomas por mais de um mês.

Para os homens mais jovens, é necessária uma consulta em caso de sintomas incomuns:

  • um sangramento que persiste por mais de um mês (a menos que você tenha feito recentemente uma biópsia da próstata);
  • inchaço nos testículos;
  • perda de peso, febre, sintomas urinários, dores no saco escrotal ou no abdome inferior/períneo, ou sintomas associados;
  • ou visita a uma das regiões de que falamos no início do artigo.

Fontes

Consulte um médico especializado em sexologia na Omens

Omens.com.br é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne urologistas, sexólogos e farmacêuticos para construir uma solução de qualidade, segura e acessível a todos.

A plataforma permite que você se consulte online com médicos especializados em sexologia. A consulta online pode ser feita por mensagem, telefone ou videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado em sexualidade, que trata de distúrbios relacionados ao sexo diariamente.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta dentro de 24 horas (a espera média para uma consulta com um urologista especializado em sexologia no Brasil é de vários meses).
  • Peça pela internet os medicamentos necessários ao tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia perto de você.
  • Evite o desconforto na sala de espera de um consultório ou na farmácia.

CONSULTAR UM

UROLOGISTA ONLINE

Por que esperar para resolver algo que tem solução?

CONSULTAR UM UROLOGISTA ONLINE

Por que esperar para resolver algo que tem solução?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *