4 dicas de como sentir e dar prazer com um pênis acima da média

BLOG OMENS / Sexualidade
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

10 de outubro 2021

Ao contrário do imaginário popular, um pênis grande não é necessariamente sinônimo de prazer – pelo contrário, pode acabar incomodando algumas pessoas!

Então, por que muitos fantasiam e continuam a associar prazer a um pênis acima da média? A maioria dos homens, pelo menos, pensam assim; por outro lado, as mulheres parecem estar mais divididas.

A Omens vai apresentar alguns números para vocês entenderem melhor essa contradição e ajudar os homens que possuem pênis maiores!

Pênis grande, pequeno ou médio: alguns números

Não precisamos mais ficar debatendo sobre o tamanho do pênis: os cientistas explicam! Os pesquisadores do King’s College de Londres em 2015 coletaram medições do órgão sexual de 15.000 homens.

E o que os números apontaram?

Primeiramente que o tamanho médio do pênis é de cerca de 13 cm quando ereto (essa é a média internacional), longe da imagem exagerada que aparecem em alguns filmes…

Além disso, calcula-se que 80% dos homens estão situados na faixa entre 11 e 15 cm.

Isso significa que os pênis muito grandes, assim como o micropênis, são exceções. Por exemplo, apenas 5% da população masculina mundial se situa em torno dos 16 cm, e apenas 1% por volta dos 18 cm.

O mais comum, portanto, é que o membro tenha por volta dos 13 cm (ou 14 cm, se estivermos falando estritamente da população brasileira).

Mitos e verdades sobre o tamanho do pênis [Vídeo]

Entenda os mitos sobre o tamanho do pênis. Você realmente tem um pênis pequeno? É melhor ter um pênis grande? Qual o tamanho médio, existe um tamanho ideal do pênis e como medir da melhor forma?

Por que algumas pessoas têm de “se adaptar” tendo um pênis grande?

Porque muitas mulheres dizem que um pênis grande pode ser às vezes doloroso durante a penetração.

Aliás, de acordo com outro estudo publicado na Revista Internacional de Obstetrícia e Ginecologia em 2005, a profundidade média da vagina é inferior a 10 cm.

Certamente esse número pode variar de uma mulher para outra, e também sabemos que a vagina dilata durante a excitação feminina. Mas, mesmo que a vagina seja elástica e flexível, muitas mulheres dizem que prefeririam que seus companheiros fossem mais cuidadosos durante a relação.

O que é ainda pior: outro estudo de 2015 da Revista de Medicina Sexual descobriu que 30% das mulheres sentiram dores durante a última relação sexual e, na metade das vezes, seu parceiro não fez nada para melhorar as coisas…

É por isso que achamos importante apresentar alguns conselhos para evitar esse problema.

A imagem que temos do pênis

Essas observações nos permitem identificar uma contradição interessante: ambos os parceiros devem sentir prazer ao compartilhar da sexualidade, mas um pênis muito grande pode ser um obstáculo; e, enquanto isso, nós muitas vezes ainda associamos prazer a tamanho.

Mas, na verdade, é tudo mais simples do que parece.

Geralmente, quando as pessoas dão mais importância para um “pênis grande”, é tudo por oposição a um pênis considerado pequeno, que não conseguiria satisfazer a parceira. Então, para algumas pessoas, um órgão sexual pequeno limitaria o prazer, enquanto um grande machucaria.

O que também acontece é que boa parte das mulheres que dizem preferir um pênis grande também têm uma falsa imagem do pênis: elas chamam de “grande” um membro que é na verdade de tamanho médio (ou só um pouco acima de média)!

Mesmo porque, como dissemos, uma pequeníssima fração dos homens tem um pênis de mais de 18 cm.

O que elas dizem?

A maioria das mulheres que sentem dor durante o sexo infelizmente não contam ao parceiro… É o que revela o estudo de 2015 que citamos anteriormente: 43% das mulheres não têm coragem de dizer que sentiram dores durante a relação sexual.

Claro que há quem sinta prazer com a dor, mas não é desse caso que a pesquisa tratou. Lembre-se de que o consentimento entre os parceiros deve estar explícito.

Além disso, de acordo com o mesmo estudo, 30% das mulheres não reclamam das dores que sentem durante o sexo anal.

Muitas delas fazem isso certamente porque a sociedade as ensina desde pequena a sempre agradar e nunca dizer não ao parceiro, com medo de “ofendê-lo”…

Os dois parceiros precisam se expressar: o homem deve perguntar se está tudo bem, o que deve ou não fazer, o que a outra pessoa quer ou não, etc.; por outro lado, a mulher não deve se calar.

Pênis grande? Confira nossas 4 dicas para uma relação sexual prazerosa!

Aqui estão as nossas principais dicas para você que tem um pênis grande (e também para as parceiras):

  1. O ato sexual é um momento de compartilhamento. E isso vale da mesma forma para a penetração!  De um lado, o homem precisa ser cuidadoso (a menos que a parceira peça explicitamente por uma prática mais agressiva/dolorosa) e perguntar; do outro, a mulher precisa ser sincera e informar.
  2. A escolha das posições: algumas posições são favoráveis a penetrações mais profundas, outras não. Por exemplo, a posição de 4 ou quando a mulher tem as pernas apoiadas nos ombros do parceiro possibilitam uma penetração mais profunda, que pode machucar no caso de quem tem um pênis maior. Já na posição de lado, por exemplo, não há uma penetração tão profunda. Outra possibilidade é a mulher vir por cima, pois assim ela pode controlar a profundidade da penetração. Enfim, adapte-se à sua parceira!
  3. Conhecer o próprio corpo: isso vale para ambos parceiros! Se você sabe que tem um pênis maior do que a média, comece devagar e vá sentindo a reação da parceira(o), principalmente se estiver com uma pessoa com quem não tem tanta intimidade. E mesmo no caso de estar com uma parceira fixa, o nível de excitação no começo da relação muitas vezes não proporciona ainda uma dilatação ampla do canal vaginal, já que ela vai acontecendo aos poucos. Então, tome o cuidado de ir sentindo aos poucos. E, claro, na dúvida, converse com sua parceira(o) para vocês entenderem o que é mais legal para os dois. Do mesmo modo, a outra pessoa precisa se conhecer para ela comunicar o que ela gosta ou não durante a relação.
  4. Por fim, tenha em mente também que há muitas outras maneiras de sentir prazer além da penetração. E, se a penetração for oral ou anal, deve-se tomar as mesmas precauções.

Resumindo: adapte-se a cada parceira! Algumas vão achar perfeito o seu pênis grande, outros nem tanto… Cada pessoa é diferente e quase nunca tem os mesmos gostos.

Conclusões

Por fim, nosso último conselho: antes de conhecer bem a sua parceira, prefira ser mais cauteloso e delicado. Dificilmente o cuidado será seu inimigo. Mesmo porque, se ela pedir por mais ação, aí sim você pode fazer algo a respeito! Por outro lado, a dor levaria tempo para passar…

E, para finalizar, para você que acha que tamanho é tudo: não esqueça da importância de partilhar o prazer, de ouvir, das técnicas e da experiência

Com qualquer pênis, é preciso saber como usar.

Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *