Tudo o que você precisa saber sobre a queda de cabelo

homem lamenta a queda de cabelo
BLOG OMENS / Perda de cabelo
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

11 de junho 2021

A queda de cabelo pode ser algo muito constrangedor para muitos homens. Sabemos que há diferentes causas e também diferentes tratamentos para esse problema. Então, se você está sofrendo com uma possível perda de cabelo, confira nossas dicas de como identificar o tipo, causa e tratamento para a queda.

Sumário

O que causa a queda de cabelo?

Primeiramente é importante entender as causas desse problema. A queda de cabelo tem muitas causas. E por que é importante entendê-las? Porque as causas da condição podem determinar se o seu cabelo:

  • cai gradualmente ou de forma abrupta;
  • é muito fino;
  • pode voltar a crescer por conta própria;
  • requer tratamento para voltar a crescer;
  • ou precisa de cuidados imediatos para evitar a queda de cabelo permanente.

Entenda, então, as causas da queda de cabelo e em quais situações o seu cabelo pode crescer novamente.

Quais são as causas da queda do cabelo?

◾️ Queda de cabelo hereditária

Tanto homens como mulheres podem desenvolver este tipo de perda, que é a causa mais comum em todo o mundo. Nos homens, chamamos de queda de cabelo de padrão masculino. De forma geral, seja se desenvolvendo em um homem ou em uma mulher, o termo médico é alopecia androgenética.

Basicamente, o que isso significa é que quem tem essa característica herdou genes que causam a queda dos folículos capilares (de onde cresce cada fio) e, eventualmente, o cabelo para de crescer. Essa queda – ou retração – pode começar desde a adolescência, mas normalmente começa em um momento mais avançado da vida.

No caso dos homens, o primeiro sinal da queda de cabelo hereditária é, muitas vezes, uma linha de cabelo mais recuada, ou então uma parte calva no topo da sua cabeça.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim. O tratamento pode ajudar a retardar ou parar a queda do cabelo. Ainda pode ajudar até mesmo no crescimento do cabelo novamente. Quanto mais cedo você iniciar o tratamento, melhores os resultados. Sem tratamento, por outro lado, você continuará a perder cabelo.

◾️ Idade

Com o avanço da idade, boa parte das pessoas percebe alguma perda de cabelo, porque o crescimento do cabelo diminui. Em certo momento, os folículos capilares deixam de crescer cabelo, fazendo com que os cabelos do nosso couro cabeludo fiquem finos. Além disso, o cabelo também começa a perder a sua cor.

O cabelo pode crescer novamente?

Se percebido cedo, o tratamento pode ajudar algumas pessoas a terem o cabelo de volta.

◾️ Alopecia areata

Alopecia areata é uma doença que se desenvolve quando o sistema imunológico do corpo ataca os folículos capilares (que mantém o cabelo no lugar), causando a queda de cabelo. Nesse caso, você pode perder cabelo em qualquer parte do corpo, incluindo o couro cabeludo, dentro do nariz, nas orelhas e até mesmo nas sobrancelhas.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim. Se o seu cabelo não voltar a crescer por conta própria, o tratamento pode ajudar a estimular.

◾️ Tratamento do câncer

Em casos de quimioterapia ou em que você recebe tratamento de radiação na cabeça ou pescoço, pode perder todo (ou a maior parte) do seu cabelo dentro de algumas semanas após o início do tratamento do câncer.

O cabelo pode crescer novamente?

O cabelo volta a crescer normalmente meses após o término da quimioterapia ou tratamentos de radiação na região. Os dermatologistas podem oferecer medicamentos para ajudar o cabelo a crescer de novo e de forma mais rápida.

É possível prevenir?

O uso de uma tampa de radiador antes, durante e depois de cada sessão de quimioterapia pode ajudar a prevenir a queda do cabelo.

◾️ Doenças, fatores de estresse e até o parto

Períodos estressantes da vida, como por exemplo um divórcio ou a morte de um ente querido, podem influenciar na perda de cabelo. Além disso, algum tempo após se recuperar de uma doença – ou até mesmo de um parto, no caso das mulheres – você poderá notar muito mais pelos na sua escova ou no seu travesseiro.

O cabelo pode crescer novamente?

Quando o estresse cessar, o seu corpo se reajustará e o excesso de queda vai parar. Quando a queda de cabelo para, a maioria das pessoas vê o seu cabelo recuperar a sua plenitude dentro de 6 a 9 meses.

◾️ Cuidados com o cabelo

Se você colore, alisa, ou faz outros procedimentos químicos no seu cabelo, você pode estar danificando-o. Com o tempo, esses danos podem levar à queda do cabelo.

O cabelo pode crescer novamente?

Você pode mudar a forma como cuida do seu cabelo, o que pode prevenir a queda. Entretanto, uma vez que um folículo capilar é danificado, o cabelo não pode mais crescer a partir dele. Assim, ter muitos folículos capilares danificados cria manchas permanentes de calvície.

◾️ Seu penteado puxa o seu couro cabeludo

Se você usa frequentemente o seu cabelo puxado para trás, prendendo-o, por exemplo, o puxão contínuo pode levar à perda permanente de cabelo. Esta condição é chamada de alopecia de tração.

O cabelo pode crescer novamente?

Não. Mas você pode prevenir essa queda de cabelo fazendo algumas alterações no seu penteado, por exemplo.

◾️ Desequilíbrio Hormonal

Um possível desequilíbrio hormonal pode desenvolver um afinamento do cabelo (ou queda de cabelo) no seu couro cabeludo.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim, o tratamento adequado pode ajudar.

◾️ Infecção do couro cabeludo

Uma infecção do couro cabeludo pode levar a áreas escamosas e por vezes inflamadas no seu couro cabeludo. Nesses casos, você pode ver o que parecem ser pequenos pontos pretos no seu couro cabeludo. Estes são, na realidade, pontas de cabelo.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim, com o tratamento, você pode se livrar da infecção. Assim que ela desaparece, o cabelo tende a crescer novamente.

◾️ Medicamentos

Alguns medicamentos podem ter, como efeito colateral, a queda de cabelo. Se você suspeita que um medicamento pode estar causando a queda de cabelo, pergunte ao médico que o prescreveu se a queda de cabelo é um possível efeito colateral. Lembre-se: você não deve deixar de tomar a medicação antes de falar com o seu médico. Uma interrupção repentina de alguns medicamentos pode causar sérios problemas de saúde.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim.

◾️ Psoríase do couro cabeludo

Muitas pessoas que têm psoríase em placas desenvolvem psoríase no couro cabeludo em algum momento. Isto é mais um fator que pode levar à perda de cabelo.

O cabelo pode crescer novamente?

O cabelo tende a voltar assim que a psoríase é superada, mas isto leva certo tempo.

◾️ Puxar o seu cabelo

Muitas pessoas puxam os cabelos, às vezes para aliviar o stress. Podem até mesmo não perceber que estão puxando o cabelo. Isso é chamado de tricotilomania.

O cabelo pode crescer novamente?

Se os folículos capilares não tiverem sido destruídos, sim. Para isso, basta deixar de puxar.

◾️ Alopecia cicatrizante

Esta é uma condição que se desenvolve quando a inflamação destrói folículos capilares. Uma vez destruído um folículo capilar, o cabelo não crescerá mais por ele. São várias as condições que podem causar isto. O nome médico para este grupo de condições é alopecia cicatricial.

O cabelo pode crescer novamente?

Uma vez destruído um folículo capilar, o cabelo não crescerá mais por ali. É importante perceber precocemente esta condição para evitar mais queda de cabelo.

◾️ Infecção sexualmente transmissível

Se não for tratada, uma infecção sexualmente transmissível (IST) pode levar à queda de cabelo. A sífilis, por exemplo, é uma infecção sexualmente transmissível (IST) que, senão for tratada, pode causar queda de cabelo desigual no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, e outros locais. Além da sífilis, outras ISTs podem ser causas da queda de cabelo.

O cabelo pode crescer novamente?

Depois de tratar a DST, o cabelo começa a voltar frequentemente.

◾️ Doença da tiróide

Se estiver passando por um problema com a sua tiróide, poderá notar o cabelo enfraquecendo. Algumas pessoas percebem até que o cabelo sai em tufos quando o escovam.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim, ao tratar a doença da tiróide, você pode reverter a queda do cabelo.

◾️ Muito pouca biotina, ferro, proteínas, ou zinco

Se o nível de um destes não estiver suficiente, você pode ter uma queda de cabelo perceptível.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim. Quando você repuser os nutrientes em falta, o cabelo pode voltar a crescer.

◾️ Fricção

As pessoas podem desenvolver queda de cabelo onde botas, meias, ou roupas apertadas se esfregam frequentemente contra a sua pele. Perceba: em algumas regiões da sua perna, você pode ter menos pelos que em outras. Essa condição é chamada de é alopecia friccional.

O cabelo pode crescer novamente?

A tendência é que o cabelo volte por conta própria quando tal fricção cessar.

◾️ Veneno

Ser lentamente envenenado pode levar à perda de cabelo. Dentre os venenos que podem causar a queda de cabelo, podemos citar o arsênio, tálio, mercúrio e lítio. A ingestão de uma grande quantidade de varfarina, presente em venenos de ratos, também pode causar a queda de cabelo. Ingerir grandes quantidades de vitamina A ou selénio também é tóxico e pode causar a queda de cabelo.

O cabelo pode crescer novamente?

Sim, a tendência é que o cabelo retorne quando não mais estiver exposto ao veneno.

Embora muitas causas da queda de cabelo possam ser tratadas com sucesso, a chave para um tratamento eficaz é descobrir o que está a causar a queda de cabelo. Sem um diagnóstico preciso, o tratamento é muitas vezes ineficaz.

Por isso, é importante entender como identificar a queda de cabelo e quais são os tratamentos para queda de cabelo. Então, pontuamos mais algumas coisas que você precisa saber:

Como identificar e tratar a queda de cabelo?

O melhor tratamento para queda de cabelo começa com a descoberta da causa. Para obter um diagnóstico preciso, você pode consultar um dermatologista. Estes médicos têm um conhecimento profundo sobre as muitas causas da queda de cabelo e experiência no tratamento das diversas causas.

Como os dermatologistas descobrem a causa da queda de cabelo?

Para identificar a causa da sua queda de cabelo, um dermatologista começa por pedir informações. Ele irá:

  • Fazer perguntas. É importante saber há quanto tempo sofre de queda de cabelo e se aconteceu rapidamente.
  • Olhar atentamente para o seu couro cabeludo, unhas e qualquer outra área com queda de cabelo. Este exame fornece pistas essenciais sobre o que está acontecendo..
  • Testar a saúde do seu cabelo. Puxar suavemente o seu cabelo diz muito ao seu dermatologista sobre como ele está crescendo e se é propenso a quebrar.

Se o seu dermatologista suspeita que a causa da sua queda de cabelo possa ser uma doença, deficiência vitamínica, desequilíbrio hormonal, ou infecção, poderá pedir um exame de sangue ou biópsia do couro cabeludo. Estes testes podem ser feitos no próprio consultório do seu dermatologista.

Assim que o seu dermatologista tiver a informação, é muito provável que ele posse te dizer o que tem causado sua queda de cabelo.

Às vezes, pode ser que o seu dermatologista precise de mais informações. Este geralmente é o caso quando se há mais do que uma causa

Nenhum tratamento para queda de cabelo funciona igualmente para todos.

É muito importante ter isso em mente. Quando o seu dermatologista encontrar a(s) causa(s), ele dirá se o tratamento é recomendado. Às vezes, o seu cabelo voltará a crescer por conta própria, assim sendo desnecessário o tratamento.

O cabelo pode crescer de novo por conta própria?

Sim. Como já falamos anteriormente, há alguns casos nos quais o seu cabelo pode crescer por conta própria novamente.

O seu dermatologista poderá te dizer se o seu cabelo pode começar a crescer de novo por conta própria..

Às vezes, para que ele cresça novamente, você pode precisar tomar algumas atitudes.

Mudar os seus cuidados de cabelo (ou penteado) pode ajudar

Como falamos anteriormente, alguns penteados e hábitos de cuidado do cabelo podem danificá-lo, levando à perda de cabelo. Se o seu dermatologista descobrir que isto pode ser a causa da sua queda de cabelo, ele pode recomendar alterações que o ajudarão a parar de danificá-lo.

Quando os dermatologistas recomendam o tratamento para a queda de cabelo?

Quando o seu cabelo pode voltar a crescer por conta própria, o seu dermatologista pode recomendar tratamento para ajudar a crescer mais rapidamente. Em outras vezes, o tratamento é essencial para evitar mais queda de cabelo.

Um plano de tratamento para a queda de cabelo pode incluir um ou mais dos seguintes aspectos.

Tratamentos em casa para a queda de cabelo

Os tratamentos em casa oferecem conveniência, e você pode adquirir muitos deles sem receita médica. O seu dermatologista pode incluir um (ou mais) no seu plano de tratamento em casa.

Minoxidil (Rogaine®):

Se você tem dúvidas de como usar o Minoxidil no cabelo, saiba que você deve aplicá-lo no couro cabeludo conforme as instruções, geralmente uma ou duas vezes por dia.

Quando usado conforme as instruções, o minoxidil pode:

  • Estimular o crescimento do cabelo
  • Prevenir mais queda de cabelo

O minoxidil tende a ser mais eficaz quando usado juntamente com outro tratamento para queda de cabelo. Muitas pessoas vêem algum novo crescimento quando usam minoxidil, mas leva tempo para se ver os resultados, normalmente entre de 3 a 6 meses.

Se tiver efeito, você terá de continuar a utilizá-lo todos os dias. Uma vez que deixe de o aplicar, a queda de cabelo volta..

O minoxidil pode ajudar na queda precoce do cabelo, mas não pode fazer voltar a crescer o cabelo da cabeça toda. E não se preocupe, se você tem a dúvida de qual o melhor minoxidil, o seu médico poderá te indicar a melhor opção.

Laser para utilização em casa:

Pode comprar cápsulas e pentes de laser para tratar a queda de cabelo em casa. Embora apenas alguns estudos tenham examinado estes dispositivos, os resultados são promissores.

Num estudo, mais de 200 homens e mulheres que tiveram queda de cabelo hereditária receberam um pente laser ou um dispositivo falso que parecia com um. Os pacientes utilizaram o dispositivo três vezes por semana durante 26 semanas.

Os pesquisadores descobriram que alguns pacientes que utilizavam o laser ao invés do dispositivo falso viram o cabelo ficar mais grosso e mais cheio. Entretanto, é importante compreender que nem todos os que utilizaram o laser viram o mesmo efeito.

São necessários mais estudos para descobrir quem é mais susceptível de se beneficiar deste tratamento e se estes dispositivos causam efeitos colaterais a longo prazo.

Microneedling:

Um dispositivo microneedling contém centenas de agulhas minúsculas. Alguns estudos demonstraram que ele pode ajudar a estimular o crescimento do cabelo. Num estudo, homens com idades entre os 20 e os 35 anos que tinham queda de cabelo hereditária ligeira ou moderada foram tratados com um ou outro:

  • 5% de minoxidil duas vezes por dia
  • 5% minoxidil duas vezes por dia mais microneedling semanal

Após 12 semanas de tratamento, os pacientes tratados com minoxidil e microneedling tiveram um crescimento de cabelo significativamente maior.

Outros estudos demonstraram que a utilização de microneedling juntamente com outro tratamento, incluindo plasma rico em plaquetas ou um corticosteróide que se aplica na área da queda, ajuda a melhorar o crescimento capilar.

Embora você possa comprar um dispositivo microneedling sem receita médica, é melhor verificar primeiro com o seu dermatologista. O microneedling pode agravar algumas condições. Além disso, também é importante obter o dispositivo microneedling certo. Os dispositivos utilizados para a queda do cabelo, por exemplo, têm agulhas mais compridas do que aqueles utilizados no tratamento da pele.

Antes
Antes
Depois
Depois

Resultados do Minoxidil

Procedimentos para ajudar o cabelo a crescer novamente

Enquanto os tratamentos em casa oferecem conveniência, a tendência é que um procedimento realizado por um dermatologista seja mais eficaz. Por este motivo, o seu dermatologista pode incluir um dos seguintes elementos no seu plano de tratamento.

Injeções de corticoides:

Para ajudar no crescimento do seu cabelo, o dermatologista os injeta nas regiões calvas. Geralmente, se aplica de 4 a 8 destas injeções em 4 semanas, conforme necessário, de acordo com o tratamento.

Este é considerado o tratamento mais eficaz para pessoas que têm algumas manchas de alopecia areata. Num estudo de 127 pacientes com alopecia areata irregular, mais de 80% dos que foram tratados com estas injeções tiveram pelo menos metade do seu cabelo crescendo novamente em 12 semanas.

Transplante capilar:

Se você tem uma área na qual o cabelo está mais fino, ou mesmo calvo devido à calvície de padrão masculino, o dermatologista pode mencionar um transplante capilar como opção. Esta pode ser uma solução eficaz e permanente.

Terapia laser:

Se usar minoxidil todos os dias ou tomar medicamentos para tratar a queda de cabelo não é uma ideia que te atrai muito, a terapia a laser pode ser uma boa opção. Também chamada de terapia laser de baixo nível, alguns estudos sugerem que ela pode ajudar nos casos de:

  • Queda de cabelo hereditária
  • Alopecia areata;
  • Perda de cabelo devido à quimioterapia
  • Estimular a cicatrização e o crescimento do cabelo após um transplante capilar

Estudos indicam que a terapia laser é segura e indolor, mas requer muitas sessões de tratamento. Para ver resultados, você pode precisar de vários tratamentos por semana durante muitos meses.

Plasma rico em plaquetas (PRP):

Os estudos mostram que este pode ser um tratamento seguro e eficaz para a queda de cabelo. O PRP envolve extrair uma pequena quantidade do seu sangue, colocando-o numa máquina que o separa em partes, e depois injetar o plasma na área com queda de cabelo. O procedimento completo demora cerca de 10 minutos..

Entretanto, você terá que voltar algumas vezes para repetir as injeções. A maioria dos pacientes retorna uma vez por mês durante 3 meses e depois uma vez a cada 3 a 6 meses.

Nos primeiros meses de tratamento, você poderá notar que está perdendo menos cabelo ou até mesmo quantidades mínimas.

Prescrição de medicamentos para crescer o cabelo

Outra opção de tratamento é tomar medicação prescrita. A medicação a ser prescrita, por sua vez, dependerá:

  • da causa da queda do cabelo;
  • também da sua saúde geral;
  • da idade;
  • dos resultados esperados;
  • e de planos para ter filhos.

Como qualquer medicação, sempre são possíveis efeitos colaterais. Pergunte ao seu médico sobre possíveis efeitos colaterais que possa sofrer enquanto toma um destes medicamentos para tratar a queda de cabelo. Os medicamentos incluem:

Finasterida (Propecia®):

Minoxidil e Finasterida são alguns dos medicamentos para queda de cabelo mais conhecidos. Mas se você já se perguntou para que serve finasterida, temos a resposta. Basicamente, o uso da finasterida para queda de cabelo de padrão masculino é muito comum. Quando tomada como indicado, a finasterida pode:

  • Abrandar a queda de cabelo
  • Estimular o crescimento de novos cabelos

A Finasterida é um comprimido para queda de cabelo que se toma uma vez por dia. Geralmente, tomá-la no mesmo horário todos os dias gera melhores resultados.

Tal como outros tratamentos para a queda de cabelo, a Finasterida também leva tempo para dar efeitos. Normalmente, demora cerca de 4 meses para se notar qualquer melhoria.

A tendência é que a finasterida seja mais eficaz se você começar a tomá-la logo ao perceber os primeiros sinais de calvície.

Se a Finasterida funcionar, o recomendado é que continue a tomá-la para continuar a obter resultados. Assim que parar, você provavelmente voltará a perder cabelo. Antes de tomar este medicamento, não se esqueça de discutir possíveis efeitos colaterais com o seu dermatologista.

Antes
Depois

Finasterida: antes e depois

Outros medicamentos:

Se você tiver uma infecção ou inflamação dolorosa, o seu dermatologista também pode prescrever medicamentos para tratá-los.

Por exemplo, se tiver um tipo de queda de cabelo chamado alopecia frontal fibrosante (AFF), que pode causar UMA inflamação dolorosa, o seu dermatologista pode prescrever uma medicação antibiótica e anti palúdica. A tínea do couro cabeludo, por sua vez, causada por um fungo, necessita de medicação antifúngica.

Outro exemplo é o caso da dutasterida. Alguns não sabem para que serve Dutasterida, mas, além de ser um remédio utilizado no tratamento da hiperplasia da próstata, a administração da dutasterida 0,5mg também é utilizada no tratamento da alopecia androgenética, sendo capaz reduzir a perda do cabelo, melhorar a cobertura do couro cabeludo e aumentar a contagem de cabelos.

Vitaminas, minerais, e outros suplementos

Em alguns casos, o uso de vitamina para queda de cabelo e outros suplementos pode ser recomendado. Se uma análise do seu sangue revelar que você não tem recebido biotina, ferro, ou zinco suficientes, o seu dermatologista pode recomendar suplementos. Se o problema for quanto a proteína, ele pode também te dizer como aumentar a sua ingestão.

Mas é importante ressaltar que você só deve tomar biotina, ferro ou zinco quando uma análise sanguínea indicar que há uma deficiência em algum deles. Em caso de níveis normais, tomar suplementos pode ser prejudicial. Por exemplo, se tomar muito ferro, pode acabar desenvolvendo um envenenamento por ferro, do qual os primeiros sinais incluem dores de estômago e vómitos.

Outros suplementos voltados à queda do cabelo tendem a conter muito de um nutriente. Uma vez que isto pode causar uma ingestão exagerada do nutriente, muitos dermatologistas optam por recomendar que se tome uma multivitamina.

E usar perucas?

Se você não se sente confortável para tomar medicamentos, tem um horário muito limitado para realizar os tratamentos, ou mesmo se os tratamentos são muito caros ou não são cobertos pelo seu seguro, uma possível solução é a recomendação de uma peruca ou um corretivo capilar.

É verdade que eles não atrasam ou evitam a queda de cabelo, nem mesmo ajudam a crescer novamente, mas podem aumentar a sua auto-estima. Outra vantagem é que ambos oferecem resultados imediatos.

Muitos tipos de perucas, incluindo as que podem ser feitas sob medida, estão disponíveis. Se estiver à procura de um corretivo, como um spray ou pó que possa esconder a queda de cabelo, você poderá encontrar muitos disponíveis online

Qual é o resultado para alguém que tem queda de cabelo?

Com diagnóstico e tratamento adequados, muitas pessoas que sofrem com a queda de cabelo podem vê-lo crescer novamente. Se você precisa de tratamento para isso quanto mais cedo começar, mais probabilidades tem de ver melhores resultados.

Além disso, é importante entender que:

  • Nem todos os tipos de queda de cabelo podem ser tratados, mas você pode talvez evitar perder mais cabelo;
  • Os resultados podem demorar meses para serem percebidos;
  • Nenhum tratamento funciona para todos, mesmo duas pessoas com o mesmo tipo de queda de cabelo podem precisar de tratamentos diferentes;
  • Às vezes, pode ser necessária a experimentação de tratamentos diferentes até que se encontre um que funcione.

Além de tudo isso, cuidar de si mesmo também é essencial, tanto na prevenção quanto no tratamento da queda de cabelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *