Os melhores remédios de candidíase para cada caso

exemplo de pomada, um remédio para candidíase
BLOG OMENS / Tratamentos
logo da Omens
Escrito por

Seth Zanette

Dr. João Arthur Brunhara Alves Barbosa
Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

13 de outubro 2022

Atualmente no mercado, existe uma variedade enorme de remédios disponíveis para o tratamento da candidíase. Aliás, são tantos que a confusão na hora da escolha é algo comum.

Afinal, qual o melhor medicamento para o meu caso? Será que um antibiótico funciona melhor do que uma pomada? Qual escolher? A Omens te mostra os melhores remédios para candidíase, seu tempo de uso e muito mais:

Candidíase feminina e masculina


A candidíase, apesar de afetar com mais frequência o sexo feminino, pode também acometer pacientes do sexo masculino. Em ambos os casos, a maioria das infecções acontece pelo fungo Candida albicans, já presente no trato vaginal naturalmente. É por isso que a maioria dos medicamentos se tratam de antifúngicos.

Além disso, a candidíase também pode se espalhar para outras partes do corpo, como boca e ânus.

Candidíase feminina

3 entre 4 pessoas do sexo feminino vão passar pela candidíase em algum momento da vida, principalmente porque o fungo causador da doença já existe no trato vaginal. Quando o pH natural da região fica desbalanceado, a população natural do fungo pode crescer mais do que o normal, levando a candidíase. 

Com essa superpopulação do fungo, coceira vaginal e corrimento acontecem.

As principais causas desse desbalanço na flora vaginal é a baixa imunidade do corpo, mas outras causas como diabetes ou uso de antibióticos também podem ser comuns. A candidíase é bastante incômoda, principalmente quando recorrente. Então, é normal que quem sofre com os seus sintomas busque rapidamente a cura. 

Candidíase masculina

Em homens, as chances da candidíase acontecer são bem menores. A cada 10 homens, 2 terão a doença ao longo da vida. Isso porque a Candida albicans não se reproduz comumente na glande do pênis.

As pessoas do sexo masculino com prepúcio e com o sistema imunológico enfraquecido costumam ser os mais afetados pela condição. Além disso, a limpeza é fundamental, já que a má higienização também pode deixar o pênis vulnerável para a infecção.

Os sintomas são muito parecidos com a candidíase feminina, com coceira, inchaço e vermelhidão na região íntima, bem como corrimento anormal.

Dicas de higiene: como limpar o pênis? [Vídeo]

É muito comum ouvirmos falar na higiene íntima feminina, mas pouco se fala na higiene íntima masculina. Aliás, você já recebeu instruções de como limpar o pênis corretamente? Muitos homens têm dúvida se existe uma forma correta de como lavar o membro ou sobre a frequência ideal, se deve secar, etc. Nesse vídeo, daremos dicas sobre a higiene do pênis, tanto para circundados quanto para não circuncidados. E, além disso: o que você sabe sobre a depilação íntima masculina? Como depilar a região? Venha entender com a gente.

Diferenças de medicamentos para homens e mulheres

A principal diferença nos remédios para tratar candidíase peniana ou vaginal é o modo de aplicação. Na maioria dos casos, as pomadas ou medicamentos são os mesmos, com a mesma composição, com quase o mesmo tempo de aplicação. É também o mesmo fungo que afeta tanto homens quanto mulheres, portanto, o tratamento é o mesmo. 

Quanto à aplicação, existem produtos feitos propriamente para aplicação vaginal, como é o caso dos óvulos vaginais. Para homens, o ideal é a utilização de pomadas aplicadas na glande.

Mas é importante discutir diretamente com o seu médico urologista ou ginecologista qual é o melhor tratamento para seu caso. 

Remédios para candidíase na gravidez

Além disso, uma outra diferença nos medicamentos para tratamento da candidíase feminina é que nem todos podem ser utilizados durante a gravidez. 

Os mais seguros são a nistatina e o clotrimazol em pomadas, sem a utilização de aplicadores, de modo que o colo do útero não sofra lesões ao aplicar de forma interna. A paciente pode utilizar óvulos vaginais ou comprimidos vaginais sem o aplicador, dessa forma se garante a aplicação adequada sem atingir o colo do útero!

É também indicado consultar um ginecologista para entender melhor o caso e não colocar em risco a gestação.

Consulte um urologista ONLINE e inicie seu tratamento hoje

Marcar Teleconsulta Agora

Receba receita médica, remédios e encaminhamento para exames

Pomadas para candidíase


As pomadas para candidíase são geralmente utilizadas no tratamento da candidíase não-complicada tanto feminina quanto masculina. Sua aplicação é fácil e pode durar de 3 a 14 dias, dependendo do caso. Nesses casos mais simples, as pomadas são mais indicadas, pois tratam de forma simples e eficaz a infecção, além de não terem muitos efeitos colaterais.

No caso da candidíase masculina, a aplicação deve acontecer de 3 a 4 vezes ao dia. Deve-se aplicar uma camada fina da pomada indicada e escolhida na glande e prepúcio, sempre após a higienização da genitália.

No caso da candidíase vaginal, a aplicação de remédios geralmente acontece à noite, após a higienização e com aplicador próprio. No entanto, para pacientes em gestação, o ideal é não utilizar aplicador e optar por óvulos ou comprimidos vaginais.

As principais pomadas para candidíase disponíveis no mercado são, então:

  • Clotrimazol;
  • Miconazol;
  • Nistatina;
  • Terconazol;
  • Butoconazol;
  • Tioconazol.

Medicamentos orais para candidíase


Remédios para candidíase em comprimido também são antifúngicos e são indicados quando a candidíase é considerada complicada ou quando outros métodos tópicos não surtiram os efeitos esperados. Nos casos em que a candidíase é considerada complicada, por outro lado, uma pesquisa mais profunda sobre suas causas pode ser realizada. 

Os medicamentos via oral para candidíase podem ter o tratamento curto ou extenso e o seu consumo pode durar de 1 um dia até 6 meses ou mais dependendo do caso. O principal remédio para candidíase como comprimido é o Fluconazol, mas o Itraconazol também pode ser prescrito.

Há remédios mais rápidos?


Existem pomadas para candidíase que tem um tempo de tratamento maior ou menor, alguns remédios para candidíase inclusive com dose única, mas o que vai definir mesmo quanto tempo a candidíase demora para passar é a condição geral de saúde do paciente.

Dentre os medicamentos com o tempo de tratamento mais rápido para candidíase temos, por exemplo:

  • Clotrimazol creme 2%: uma aplicação por noite durante 3 dias.
  • Miconazol óvulo 200 mg: uma aplicação por noite durante 3 dias.
  • Terconazol óvulo 80 mg: uma aplicação por noite durante 3 dias.

Os remédios para candidíase dose única são, então:

  • Clotrimazol comprimido vaginal 500 mg (dose única).
  • Butoconazol creme 2% (dose única).
  • Tioconazol pomada 6,5% (dose única).
  • Fluconazol via oral 150 mg (dose única).

Quanto tempo depois de tomar fluconazol melhora a candidíase?

Com fluconazol 150 mg dose única, os sintomas podem ser aliviados entre 1 hora ou 9 dias após a sua ingestão. Existem casos em que o fluconazol precisa ser utilizado como medida preventiva, uma vez por semana durante alguns meses, principalmente em casos de candidíase recorrente.

Qual o médico a ser consultado caso haja suspeitas?

A candidíase pode afetar tanto os órgãos genitais, quanto a boca, garganta e ânus.

O ideal é que no caso de suspeitas de candidíase em pacientes do sexo masculino, seja procurado um médico urologista para a realização de exames e consultas. Caso as suspeitas sejam de candidíase em pacientes do sexo feminino, o médico a ser procurado é o ginecologista. 

Precauções no tratamento


Durante a aplicação de remédio para candidíase, tanto no sexo feminino quanto no sexo masculino, existem algumas precauções e cuidados a serem tomados, principalmente para evitar a reinfecção pelo fungo. 

Os principais cuidados são:

  • cuidar da higiene íntima, mas não utilizar duchas vaginais ou sabonetes que alterem o pH natural do corpo;
  • evitar relações sexuais durante o período de recuperação e utilizar preservativos quando acontecerem;
  • cuidar das roupas íntimas, lavá-las bem e deixar que sequem completamente antes de utilizá-las;
  • não usar roupas apertadas;
  • evitar protetores íntimos diários;
  • evitar usar antibióticos de forma desnecessária durante o tratamento da candidíase;
  • por fim, e muito importante: diminuir ou cessar consumo de álcool e alimentos muito açucarados.

O atendimento personalizado de um urologista pode te ajudar

Marcar Teleconsulta Agora

Consulte um médico ONLINE e comece com o tratamento já!

Conclusão: e quem está com candidíase pode ter relações sexuais?


O ideal é evitar as relações sexuais durante o tratamento da candidíase: esse tipo de infecção não se transmite através do contato sexual, mas a inflamação que a candidíase provoca pode facilitar a contaminação com outras ISTs.

Existe também o fato de que os fluidos corporais como sêmen, saliva e o contato com o preservativo podem piorar a candidíase.

O ideal é utilizar sempre preservativos durante as relações e praticá-las apenas quando o tratamento da doença já estiver no fim.


Referências

Consulte online um médico ou psicólogo especializado em sexualidade

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada à saúde sexual e mental, que reúne médicos urologistas, terapeutas sexuais e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

Por isso, a plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade, além de psicólogos sexólogos. As consultas online podem ser feitas por mensagens, pelo celular ou por videochamada, por exemplo, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico ou psicólogo especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta para o mesmo dia! (no Brasil, aliás, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e, então, eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Além disso, evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

6 comentário(s) sobre “Os melhores remédios de candidíase para cada caso

  1. Domingas Nunes da cruz says:

    Estou com uma coceira na virilha muito grande as vezes coçar tanto que fere de mais e as vezes sangra de tanto coçar fora da virilha.qual melhor medicamento..as vezes acho que passou pra minha boca que coça também nos meu lábios.

  2. Carl Oliver says:

    Eu acho que peguei candida de minha ex e ela nega que e diz que a culpa foi minha sendo que eu nunca tive isso antes de conhecer ela

  3. Vanessa frança says:

    Estou com escorrimento tipo leite qualado e já usei fluconazol em comprimido por 1 mês e já usei pomada também de crotimazol e não reservou não sei mas o que fazer para acabar com essa coceira e esse corrimento

  4. Michel Manoel do patrocínio says:

    Eu fico com umas coseiras na virilha de vez em quando i e chato, e as vezes fica dando corte na pele do meu penes oq eu faço?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?