Omenscast #28: Guia dos afrodisíacos

Omenscast, o minicast da sua saúde sexual: hoje falaremos sobre afrodisíaco
BLOG OMENS / Tratamentos
logo da Omens
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

17 de novembro 2021

No nosso 28º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai explicar um pouco mais sobre os afrodisíacos: quais existem e funcionam de verdade? Se você está procurando por uma abordagem médica e detalhada sobre o que é afrodisíaco, você veio ao lugar certo!

Seja bem-vindo ao blog da Omens e fique à vontade para ouvir o nosso podcast! A transcrição do áudio também está logo abaixo.

Se você chegou aqui, você quer saber mais sobre essas substâncias presentes no imaginário popular: os afrodisíacos. Mas, então, o que é um afrodisíaco? Eles realmente funcionam? Vamos descobrir as respostas para essas perguntas e muitas outras.

Eu sou João Brunhara, médico urologista, e esse é o podcast da Omens sobre saúde sexual masculina.

Bom, então, vamos lá… Começando do básico:

O que é uma coisa afrodisíaca?

O significado de afrodisíaco é uma substância que aumenta o desejo sexual ou o prazer e a atração ligados a comportamentos sexuais. Por sinal, esse termo vem do nome da Afrodite, a deusa do amor na Grécia antiga.

E aqui cabe uma explicação adicional: quando falamos em afrodisíaco estamos nos referindo a substâncias que aumentam a libido, ou desejo sexual, mas não remédios para a ereção propriamente dita. Assim, tratamentos para disfunção erétil, como viagra ou cialis, que aumentam a ereção, mas não a libido, não são considerados exatamente afrodisíacos.

Por isso, se a sua pergunta é o que é bom para o homem ficar mais potente? Possivelmente a resposta não está nos afrodisíacos, mas sim em tratamentos para a ereção – e pode valer a pena você se consultar com um urologista.

Mas, vamos lá, de volta aos afrodisíacos:

Várias culturas ao redor do mundo atribuem propriedades afrodisíacas a alguns alimentos, plantas, ervas, entre outras substâncias. De fato, boa parte dessas crenças ficam restritas à cultura popular, ou seja, não possuem comprovação científica. Mas algumas plantas e raízes já foram estudadas pela ciência e com bons resultados. Vamos ver em mais detalhes:

Alimentos Afrodisíacos

Aqui, no Brasil, por exemplo, no campo dos alimentos afrodisíacos, muitas pessoas acreditam que a bebida catuaba, o extrato de guaraná e o amendoim aumentam a libido e a performance no sexo. Mas não existem estudos científicos que demonstrem isso.

Em um outro exemplo mais sofisticado, existe uma crença em muitos países de que comer ostras pode melhorar a libido e a potência do homem no sexo, entre outros motivos por conter zinco (que no fim das contas é essencial para a produção de testosterona). Como você pode imaginar, demoram algumas horas para absorver os nutrientes da comida, e alguns dias para produzir um nível substancial de testosterona. Ou seja, essa explicação do zinco das ostras só iria fazer sentido para quem come ostra todos os dias. Além disso, se a pessoa já tiver um nível correto de zinco, não iria fazer diferença. 

Com isso, vemos que boa parte da fama dos alimentos afrodisíacos não é realmente apoiada por evidência científica. Entre outros exemplos, estão alho, melancia, abacate, aspargos, chocolate meio amargo, banana, café, vinho tinto, enfim… A lista é tão longa quanto incerta. 

Plantas e Ervas Afrodisíacas

Por outro lado, existem plantas e ervas que possuem efeito sobre a libido segundo várias culturas – cujos extratos originam certos suplementos afrodisíacos ou remédios afrodisíacos fitoterápicos. Já nesse grupo de ervas medicinais, existem realmente alguns exemplos pesquisados cientificamente e que demonstraram efeitos interessantes, ainda que em números limitados de estudos.

E, então:

Qual o melhor afrodisíaco para o homem?

O caso mais estudado é o da Maca peruana, um tubérculo que existe nos Andes e que já foi pesquisado em países como Reino Unido, Itália e Estados Unidos – inclusive em um hospital de Harvard. A maca tem efeitos demonstrados sobre a libido, tanto em homens quanto em mulheres, na dose de 1500 miligramas por dia. Já o efeito sobre a ereção propriamente dita é mais modesto

Outra planta também estudada é o Tribulus terrestris, que em algumas pesquisas demonstrou aumento da libido, e possivelmente também da testosterona, mas esse efeito hormonal não tem comprovação de fato.

E, agora falando sobre um produto brasileiro, a Marapuama é um cipó encontrado na Amazônia, que nos estudos demonstrou aumento da libido em 60% dos homens que tomaram o extrato de marapuama, bem como melhora da ereção em 50% deles.

Outros afrodisíacos também já estudados são o ginseng coreano, que é uma raiz da família Panax e o Epimedium, uma erva de origem chinesa, cada um desses com alguns estudos mostrando efeitos sobre a libido e também uma melhora da ereção. Mas não tão expressiva quanto de remédios farmacológicos como o viagra.

E, por fim uma menção à ioimbina, uma substância obtida na casca de árvores do oeste africano, chamada por vezes de “viagra africano”. A ioimbina pode melhorar principalmente a ereção, tem até aprovação pelo FDA (a “ANVISA Americana”) para tratamento nos Estados Unidos, mas precisa ser aplicada em dose correta, sem exageros. E nem todo mundo pode usar, já que ela pode aumentar a pressão arterial e até causar arritmias em paciente que tenham problemas cardíacos prévios.

Conclusão

Resumindo, existem vários alimentos afrodisíacos anunciados por aí, mas os principais efeitos afrodisíacos conhecidos e estudados são de ervas e plantas que geram fitoterápicos que podem ser úteis conforme uma prescrição médica. Claro que você pode consumir alimentos considerados afrodisíacos, como amendoim ou ostras, mas o que é mais importante para a libido é ter uma alimentação balanceada e saudável, fazer atividades físicas e se manter longe do sobrepeso. No mais, se você tiver problemas de libido, é importante passar por uma avaliação médica com um urologista para investigar vários fatores, como hormonais, físicos e psicológicos, e também receber o melhor tratamento de acordo com seu caso. 

E, se você ainda tiver dúvidas ou comentários, continue essa conversa nos nossos canais no Youtube, Facebook, Instagram, TikTok ou no blog. Te vejo lá!

Tratamento natural: melhore a libido com medicamentos fitoterápicos!

Muitos médicos recomendam a combinação de Tribulus terrestris para estimular a libido com Tadalafil para fortalecer a ereção: o medicamento está disponível sob manipulação.

Agendar Teleconsulta

Consulte agora mesmo, pela internet ou pelo celular (a partir de R$ 69), um urologista especialista em saúde sexual masculina e encomende o seu tratamento nas farmácias de manipulação parceiras da Omens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *