3 dicas de como estimular o órgão sexual feminino

BLOG OMENS / Sexualidade
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

10 de outubro 2021

Aprender a tocar a vulva, saber como estimular o clitóris e a vagina é algo crucial para quem quer dar prazer a uma mulher. Sim, o sexo não é apenas penetração – muito pelo contrário!

Você sabia que geralmente a mulher tem mais orgasmos quando se combinam penetração + masturbação + sexo oral?

86% delas atingem o orgasmo nessas situações (contra apenas 50% quando somente com a penetração)! Isso é o que aponta o estudo Diferenças na frequência de orgasmos entre homens e mulheres homossexuais, bissexuais e heterossexuais, de 2006.

Portanto, precisamos sempre diversificar as nossas práticas! Por isso, a Omens vai te apresentar algumas dicas de como estimular com as mãos toda a região genital feminina.

1️⃣ Sentir todas as áreas do corpo dela antes de chegar na vulva

Pois é: não vá direto para o órgão sexual da sua parceira!

Pense que o prazer dela ainda é um grande mistério para você, por isso você deve navegar pelo corpo dela com calma, explorando, procurando por áreas que despertem reações positivas.

Toque o corpo dela inteiro com as suas mãos e experimente, vá além das zonas erógenas “principais”. Se a maioria dos homens preferem estímulos principalmente no órgão genital, grande parte das mulheres gostam de receber estímulos no corpo todo.

Mas, claro, cada uma tem seus pontos mais sensíveis: encontre-os! É como a gente sempre diz: fique atento às reações dela para saber o que está agradando e o que não está. E não tenha receio de perguntar o que ela curte mais ou em qual lugar do corpo.

Segure as coxas dela com firmeza e vá se aproximando aos poucos até a parte interna das pernas, acaricie a virilha, ainda sem partir propriamente para os estímulos sexuais. Você deve provocar nelas uns arrepios bem leves, subindo com as mãos pela coluna, sentindo seus quadris…

Continue percorrendo a forma do corpo dela com carinho, mas também com segurança. É preciso que ela fique excitada e que essas carícias durem até o momento inevitável em que a vagina e o clitóris estarão cheios de impaciência!

E não se esqueça também de tocar os seios, às vezes com firmeza, às vezes com movimentos lentos sobre os mamilos. Sinta os mamilos se enrijecerem enquanto os acaricia…

2️⃣ Tocar a vulva suavemente

Comece a aproximar a sua mão delicadamente em direção ao órgão sexual da sua parceira: isso é muito importante, pois ela precisa se sentir confiante e segura.

Comunique-se com ela durante esse momento privilegiado. Da mesma forma, ela também deve poder te dizer o que ela gosta ou não. 

Coloque sua mão gentilmente sobre a vulva dela, cobrindo-a carinhosamente, para que ela sinta todo o calor da sua mão sobre ela.

Deixe ela se acostumar com sua mão, observe as reações e os movimentos dela… Ao mesmo tempo, beije o pescoço, o rosto, experimente falar baixinho se necessário… Em resumo: não fique focado apenas na sua mão e no órgão sexual dela.

Aqui você tem de deixá-la ainda mais excitada e querendo mais. Comece de novo, acariciando as coxas, a virilha, subindo e passeando em torno da vulva; sinta ela se entregar cada vez mais.

Então, você pode começar a tocar o exterior da vagina, os lábios… Acaricie gentilmente, com firmeza e leveza, ou seja, seus toques não devem ser nem hesitantes, nem muito fortes ou incômodos.

O importante é ouvir e prestar atenção nas reações dela, saber analisá-las, para que você possa continuar nas regiões que ela gosta mais, estimulando da forma que ela preferir. 

Finalmente, toque suavemente o clitóris e vá alternando movimentos, utilizando os dedos, a palma da sua mão, etc.

Anatomia da vulva: prepúcios do clitóris, glande do clitóris, lábios menores e entrada da vagina

O clitóris é uma região muito sensível, por isso é importante começar devagar e ir percebendo como sua parceira está recebendo seus estímulos. Comece devagar, sem muita força, e com movimentos circulares. Se você perceber que ela quer mais velocidade ou intensidade, vá aumentando, mas cuidadosamente.

3️⃣ Estimular o clitóris e a vagina com os dedos

Insira um dedo na vagina dela apenas quando (e se) você sentir que ela te deseja: quando a vulva estiver quente e molhada, quando a sua parceira estiver mais agitada, emitindo pequenos gemidos de prazer…

Do mesmo modo, aqui vocês têm de se comunicar: indiretamente, não perguntando toda hora o que ela quer, mas se conectando de certa forma e conversando com gestos

Enfim, preste atenção nos sinais que lhe permitem concluir que ela está suficientemente excitada e aberta a receber você.

Então, lembre de alternar aqui também os toques e movimentos: de vai-e-vem, estímulos mais diretos ao ponto G (a área áspera localizada a 3 ou 4 cm da entrada da vagina, na parte superior) e ao clitóris, com movimentos circulares, horizontais/verticais ou de pressão… Você pode estimular a vagina e o clitóris ao mesmo tempo também. Explore, não fique apenas penetrando a vagina com o dedo!

O órgão sexual feminino inclui a vulva (a região genital externa, incluindo lábios, clitóris, etc.) e a vagina (o canal por onde ocorre a penetração). Além disso, não é porque você começou a estimular a vagina e clitóris que isso significa que você deve esquecer o resto, o corpo dela como um todo!

O que você precisa lembrar

Quando falamos em sexualidade, as palavras-chave são OUVIR, COMPARTILHAR e COMUNICAR. Se você entendeu isso 100%, você já está no caminho certo.

Sejam criativos, estejam abertos para descobrir no que o outro sente prazer, diversifique as suas ações (por exemplo, nem tudo gira em torno da penetração) e respeite o corpo um do outro.

Quando você utiliza dessas diferentes técnicas, as chances da mulher sentir bastante prazer serão bem maiores. Além disso, lembre-se também de manter um bom relacionamento com a pessoa. Isso sempre ajuda na intimidade e em uma melhor compreensão da sexualidade um do outro.

E, por fim, além de tocar toda a vulva da sua parceira com as mãos e dedos, você também pode dar a ela um bom sexo oral ao mesmo tempo: o prazer é quase garantido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *