Prótese peniana: procedimento, tipos de implantes, riscos e complicações

o canudo dobrável é semelhante ao mecanismo da prótese peniana semirrígida
BLOG OMENS / Tratamentos
logo da Omens
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

10 de setembro 2021

A prótese peniana (também chamada de implante peniano) é um possível tratamento para a impotência sexual (disfunção erétil). Esse dispositivo, semirrígido ou inflável, deve permitir que o pênis esteja suficientemente duro, tornando a penetração possível durante as relações sexuais.

Mas como funciona a prótese dentro dos corpos cavernosos?

A prótese peniana e a anatomia do pênis

A prótese peniana será instalada no pênis, o órgão masculino utilizado durante as relações sexuais e para o ato de urinar.

O pênis é constituído por dois corpos cavernosos e um corpo esponjoso que envolve a uretra (o canal por onde é liberada a urina), antes de terminar na glande. A membrana espessa que cobre os corpos cavernosos é chamada de albugínea.

Em seguida, uma pele fina envolve o pênis (a pele visível externamente) terminando no prepúcio, uma pequena dobra de pele que cobre a glande (a menos que o homem seja circuncidado).

Por fim, os nervos e artérias que compõem o pênis permitem a ereção e fazem dele um órgão muito sensível.

O objetivo do implante peniano

A prótese peniana deve substituir o mecanismo natural de ereção do pênis (corpos cavernosos) pela instalação de implantes semi-rígidos ou infláveis.

O que é uma prótese peniana (ou implante peniano)?

É um dispositivo médico implantado diretamente nos corpos cavernosos do pênis. O implante de pênis não pode ser visto por fora, pois está bem integrado ao órgão sexual masculino.

A prótese peniana é feita de biomateriais, normalmente bem aceitos pelo corpo humano; existem, por exemplo, outras próteses com os mesmos componentes: marcapassos, próteses mamárias, próteses testiculares…

Enfim, para os homens que pretendem realizar essa operação, lembrem-se de que ela se trata de um último recurso, quando todos os outros tratamentos para impotência sexual falharam: medicação oral, injeções intracavernosas ou outros tratamentos locais.

Assim, essa condição é preferível em caso de disfunção erétil grave e irreversível.

Cirurgia de implante peniano: quanto custa e qual a melhor [Omenscast #23]

No nosso 23º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai falar sobre a prótese peniana, um tratamento bastante procurado por quem tem uma disfunção erétil mais grave. A transcrição do áudio você poderá encontrar aqui.

Preparação para o procedimento

Em primeiro lugar, são necessários exames de sangue e urina antes da cirurgia.

Então, o anestesista ou o cirurgião também pode prescrever exames mais específicos, dependendo do estado de saúde do paciente.

Se houver uma infecção urinária, a operação terá de ser adiada a fim de tratar a infecção.

Por fim, antes da cirurgia, os tratamentos antiplaquetários ou anticoagulantes devem ser interrompidos (quando possível).

Também se prescreve uma profilaxia antibiótica. Ocasionalmente pode-se associá-la à aplicação de antibióticos no dispositivo de implante.

Problemas de ereção e doenças cardiovasculares [Vídeo]

Você sabe a relação entre os problemas de ereção ou mesmo entre a disfunção erétil e as doenças cardiovasculares? Já mostramos no vídeo Como funciona a ereção que o sistema circulatório tem grande influência para se ter uma ereção fraca ou uma ereção forte. Entenda mais sobre o assunto no vídeo acima!

Implantação da prótese peniana: 24 a 72 horas de hospitalização

O paciente é internado no hospital na véspera ou na manhã da operação. Isso porque esse curto período de tempo antes da operação ajuda nas avaliações finais e nos preparativos para a cirurgia.

O anestesista escolherá, então, entre 2 tipos de anestesia dependendo dos critérios médicos do paciente (e talvez pensando no que ele deseja): raquianestesia ou anestesia geral.

Anteriormente o urologista terá apresentado e explicado os diferentes tipos de próteses penianas, as suas vantagens, desvantagens e possíveis riscos e limitações.

No entanto, é o urologista que tomará a decisão final, devido a fatores técnicos imprevisíveis antes da operação, que podem afetar a escolha do paciente. Os caminhos cirúrgicos mais utilizados normalmente são:

  • incisão penoscrotal: parte inferior do pênis e parte superior da bolsa escrotal
  • incisão supra-púbica: a área em frente ao púbis, acima da base do pênis
  • às vezes, uma combinação dos dois caminhos anteriores
  • em casos raros, é necessária uma incisão adicional a nível abdominal

O dispositivo de implante peniano é instalado por um cirurgião urologista de acordo com as recomendações do fabricante e as condições médicas do paciente (fibrose dos corpos cavernosos, histórico médico, etc.).

  • No caso de implante de pênis semirrígido: basta colocar uma prótese em cada corpo cavernoso
  • Se a escolha for pelo implante de prótese inflável, será introduzida uma prótese em cada corpo cavernoso, além de um reservatório que fica escondido na região inguinal e uma bomba que fica colocada ao lado dos testículos, dentro da bolsa testicular.

A hospitalização é geralmente rápida, durando de 24 a 72 horas.

Tenha acesso a um tratamento definitivo para disfunção erétil grave

Os urologistas parceiros da Omens são especializados em técnicas cirúrgicas modernas que viabilizam uma ereção forte novamente.

Agendar Teleconsulta

Antes disso, você pode passar por uma consulta por chat, vídeo ou celular com médicos especialistas em saúde sexual masculina (preço médio de R$ 69).

Vantagens e desvantagens dos diferentes tipos de próteses penianas

Existem diferentes tipos de próteses:

  • as próteses semirrígidas,
  • os implantes infláveis com um total de 4 componentes.

Vamos abordar logo a seguir as vantagens e desvantagens de ambos implantes penianos:

Implantes semirrígidos ou maleáveis

São implantes de silicone, mas a sua haste é feita de um material que confere a rigidez necessária para as relações sexuais. Ele apresenta a vantagem de manter a forma dada pelas mãos.

Vantagens:

  • procedimento rápido e simples
  • o risco de infecção é baixo
  • simples de usar: só tem que posicionar o pênis como desejar
  • valores: tem custos menores, sendo coberto por boa parte dos convênios e está disponível até em alguns hospitais do SUS
  • além disso, os riscos de defeitos a longo prazo são muito menores

Desvantagens:

  • o implante permanece sempre rígido, mesmo quando se abaixa manualmente o pênis
  • pode incomodar durante um exame urológico endoscópico através da uretra
  • pode interferir na vida cotidiana, como ao se vestir com trajes de banho ou esportivos, por exemplo.

Os riscos dessa prótese:

  • risco de fratura da prótese: o implante deve então ser substituído
  • dor crônica (com possível erosão da glande) que requer a substituição por um outro implante

Os implantes infláveis com 4 volumes

Os dois implantes são, desta vez, cilindros ocos ligados a um reservatório e a uma bomba.

A vantagem desse processo é que assim o pênis fica flexível em repouso (estado flácido): ele infla por pressões sucessivas na bomba, enchendo os cilindros, para permitir a ereção.

Em outro local da bomba ou da prótese (dependendo do modelo), uma pressão permitirá que os cilindros se esvaziem e retornem o pênis ao seu estado normal.

Vantagens:

  • é possível deixar o pênis flácido
  • sua utilização é relativamente simples, mesmo que a instalação requeira um cirurgião habilitado e experiente

Desvantagens e riscos:

  • às vezes complicado de usar, para alguns homens
  • a bomba é às vezes visível e palpável através da bolsa escrotal
  • possíveis vazamentos ou mau funcionamento da bomba: nesse caso, é possível uma revisão
  • trata-se de uma prótese peniana com valores bem mais altos: além de os custos serem maiores, não é coberta pela maioria dos convênios e também não está disponível no SUS

Como os problemas de ereção podem se desenvolver com o passar dos anos [Vídeo]

Muitos pensam que problemas de ereção só ocorrem com homens mais velhos, mas a disfunção erétil em jovens está muito presente hoje em dia. Você sabe o que provocam esses problemas de ereção? Então, acompanhe com o Dr. João Brunhara a evolução da disfunção erétil, incluindo sintomas, tratamento e os problemas de ereção psicológicos.

O resultado da operação e a alta do paciente

Normalmente se faz a remoção de curativos, drenos e sondas no dia seguinte à operação. A volta para casa é, então, possível no dia seguinte ou nos dias seguintes à avaliação médica.

O paciente pode recorrer a uma enfermeira para cuidar da cicatrização, mas alguns cuidados também podem ser feitos em casa por alguns dias.

O médico prescreverá analgésicos e o paciente terá de evitar qualquer atividade sexual: nada de utilizar o implante de pênis durante cerca de 6 semanas após a operação. Dessa forma, normalmente é possível uma recuperação adequada.

Dependendo da profissão, pode ser necessária uma pausa no trabalho.

Tenha acesso a um tratamento definitivo para disfunção erétil grave

Os urologistas parceiros da Omens são especializados em técnicas cirúrgicas modernas que viabilizam uma ereção forte novamente.

Agendar Teleconsulta

Antes disso, você pode passar por uma consulta por chat, vídeo ou celular com médicos especialistas em saúde sexual masculina (preço médio de R$ 69).

Riscos e complicações da prótese peniana

Na maior parte das vezes, a operação corre bem e sem complicações. Mas, como qualquer ato cirúrgico, a instalação de uma prótese peniana envolve riscos e complicações:

  • complicações relacionadas à saúde geral do paciente e à anestesia
  • um risco de infecção raro, mas possível
  • risco de hematoma
  • falha mecânica da prótese que requer substituição ou revisão do procedimento
  • pouca satisfação sexual apesar de um bom funcionamento do implante: redução do comprimento do pênis quando o implante é insuflado, glande mole ou sensível

Acompanhamento pós-operatório e conclusões

De 4 a 6 semanas após a operação, está prevista uma consulta para controlar a qualidade da cicatrização e o funcionamento da prótese.

Da mesma forma, várias consultas podem ser necessárias para o paciente aprender como funciona o implante e como manuseá-lo.

Além disso, certos sinais devem alertar o paciente a procurar uma consulta com um urologista ou procurar um atendimento de emergência:

  • uma piora na dor
  • uma cicatriz purulenta
  • inchaço (hematoma, edema) do pênis acompanhado de febre

Enfim, em todos os casos, é importante seguir com o acompanhamento médico e consultar um urologista caso haja qualquer dúvida.


Fontes

Consulte online um médico ou psicólogo especializado em sexualidade

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada à saúde sexual e mental, que reúne médicos urologistas, terapeutas sexuais e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

Por isso, a plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade, além de psicólogos sexólogos. As consultas online podem ser feitas por mensagens, pelo celular ou por videochamada, por exemplo, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico ou psicólogo especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo.
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista.
  • Agende uma consulta para o mesmo dia! (no Brasil, aliás, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e, então, eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Além disso, evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

5 comentário(s) sobre “Prótese peniana: procedimento, tipos de implantes, riscos e complicações

  1. RICARDO AUGUSTO says:

    Bom dia!
    Vocês atendempara consultas prelimilares por algum plano, se não qual o valor da consulta.

  2. Vicente Aparecido De matos says:

    Quero fazer uma consulta on-line com vídeo chamado se possível se não pôde-ser via chat no WhatsApp ok

  3. Sandra Regina Ferreira says:

    Meu marido tem 72 anos e fez retirada da próstata, Ele pode colocar uma prótese peniana?

    • Dr. João Brunhara says:

      Sim, sem dúvidas é uma ótima opção para pacientes com dificuldades na ereção após essa cirurgia de próstata. Aconselhe seu marido a marcar uma consulta com urologista especializado nessa área sexual (ou até mesmo vá com ele) para descobrir as possibilidades de tratamento, desde medicações por via oral, injetáveis no pênis, até a colocação de uma prótese peniana. A prótese peniana, quando bem indicada, tem níveis de satisfação muito altos. Conte com nossa equipe parceira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *