O que é Viagra?

A cartela de remédio tem o formato de um campo de futebol e seu meio de campo é formado por um único comprimido de Viagra/Sildenafila. O objetivo é explicar o que é Viagra/Sildenafila e como comprá-lo pela internet.
BLOG OMENS / Tratamentos
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

1 de julho 2021

O Viagra é um medicamento usado por homens para tratar a disfunção erétil. Ele aumenta o fluxo sanguíneo em direção ao pênis durante o sexo. Assim, permite que a pessoa mantenha uma ereção dura o suficiente para as relações sexuais.

O Viagra só funciona quando há desejo sexual e após a estimulação sexual. Ele começa a funcionar trinta minutos depois de ter sido ingerido e seus efeitos podem durar por horas. Em geral, recomenda-se seu uso 1 hora antes da expectativa de ter a relação sexual.

O Viagra é a marca fabricante do medicamento Sildenafila.

Consigo comprar Viagra pela internet, legalmente?

Comprar Viagra online, de maneira legal, e sem receita médica prévia é agora possível através da Omens.com.br. Em questão de poucos minutos, você poderá consultar pela internet um médico especializado em sexologia para falar sobre sua disfunção erétil e obter uma prescrição médica.

A Omens lhe oferece a possibilidade de encomendar seus medicamentos com entrega a domicílio, em parceria com farmácias brasileiras. Nosso serviço de entrega é rápido, discreto e gratuito.

As vantagens de marcar uma consulta e fazer o seu pedido na Omens:

  • Você não precisará sair de casa e economizará tempo
  • Não vai se sentir desconfortável no consultório médico e na farmácia
  • Conseguirá agendar uma consulta dentro de 24h com um médico urologista, pagando metade do valor de consultas presenciais.

Para que serve o Viagra?

O Viagra luta contra a disfunção erétil masculina.

Definimos impotência como a incapacidade de se manter uma ereção dura o suficiente para propiciar uma relação sexual satisfatória.

Lembrando que o Viagra aumenta o fluxo sanguíneo no pênis, mas não deixa o membro ereto sem que haja excitação sexual. Para que isso ocorra, o produto age inibindo a enzima PDE5 (fosfodiesterase tipo 5).

Seu funcionamento é simples. O Viagra interfere no processo sanguíneo que interrompe a ereção do pênis. E a PDE5 é a enzima responsável por essa interrupção. Ela age relaxando os músculos e as veias do pênis o suficiente para permitir que o fluxo sanguíneo volte ao normal.

De modo geral, a enzima é importante, já que exerce uma função reguladora. O problema ocorre quando a PDE5 é tão forte a ponto de barrar as ereções antes mesmo de elas começarem. Assim, a Sildenafila, princípio ativo do Viagra, pertence a uma família de substâncias chamadas “inibidores de PDE5”. Os inibidores impedem o PDE5 de funcionar, permitindo que você tenha uma ereção adequada.

Como utilizar o Viagra?

Importante: esse medicamento só deve ser utilizado quando recomendado por um médico. Ele irá avaliar, por exemplo, se você não possui contraindicações que te impeçam de tomar o Viagra com segurança.

Além disso, não compre diretamente de sites não vinculados a farmácias regulamentadas: você estará exposto a sites ilegais e falsificações.

Você deve respeitar o que foi prescrito pelo seu médico e seguir as instruções na bula do remédio. Portanto, não tome doses maiores do que o seu médico recomendou. 

O Viagra pode ajudar você a ter uma ereção durante as relações sexuais. Mas a ereção não ocorrerá simplesmente ingerindo um comprimido em qualquer situação.

Garanta sua prescrição e compre o seu medicamento: tudo online!

Consulte pelo celular ou pelo computador um médico especialista em saúde sexual masculina hoje mesmo (a partir de R$ 69).

Com a receita médica em mãos, você solicita o seu remédio pela própria plataforma e uma farmácia certificada faz a entrega na sua casa.

Viagra: efeitos e tempo de duração

A fim de conseguir uma ereção, o coração, os vasos sanguíneos, os hormônios, os nervos e até mesmo o seu humor devem estar coordenados.

Um pênis ereto enche de sangue e contém até 8 vezes mais sangue do que um pênis flácido. Nesse sentido, quando o sangue retido no pênis é liberado, a ereção para e o fluxo sanguíneo volta ao normal. 

O efeito do Viagra geralmente dura em média 4 horas, podendo variar de pessoa para pessoa. Isso dependerá da dosagem, portanto, do seu metabolismo e de outros fatores externos, como idade, dieta e condições gerais de saúde. Mas isso não quer dizer que você terá uma ereção que dure 4 horas! Na verdade, isso significa que, durante essas 4 horas, o Viagra estará atuando como um facilitador da sua ereção

Os médicos recomendam tomar Viagra fora do horário das refeições, para iniciar os efeitos na ereção o quanto antes.  

Efeitos colaterais do Viagra

Se você tem entre 18 e 60 anos, não está tomando outros medicamentos nem tem outros problemas de saúde, os efeitos colaterais mais prováveis são:

  • Queda transitória na pressão sanguínea, congestão ou corrimento nasal, dispepsia, ondas de calor, dor de cabeça, indigestão e dores musculares ou nas costas.
  • Outros efeitos colaterais mais raros incluem: distúrbios na visão, insônia e hemorragias nasais. Muito raramente, relataram uma súbita perda auditiva. 
  • Um efeito colateral muito raro do Viagra é diminuição do fluxo sanguíneo para o nervo óptico, causando a perda repentina da visão. Esse risco é maior em pessoas com mais de 50 anos ou com diabetes, doenças cardíacas, pressão alta, colesterol alto, que fumam ou que já possuem determinados problemas na visão.
  • Raramente, o Viagra pode causar outros efeitos colaterais ou levar a ereções dolorosas que duram mais de quatro horas. Consulte seu médico imediatamente se isso acontecer.
  • O Viagra pode interagir com algumas medicações, incluindo certos antibióticos e antifúngicos, medicamentos fitoterápicos, medicamentos que combatem o HIV e remédios usados para tratar pressão alta ou problemas de próstata.

Em geral, idosos, pessoas com certas condições médicas (como problemas hepáticos ou renais, doenças cardíacas, diabetes, convulsões) ou usuários de outros medicamentos correm maior risco de desenvolver mais efeitos colaterais. 

Atenção: esta lista pode não descrever todos os efeitos colaterais possíveis. Portanto, se você sentir qualquer efeito colateral, interrompa o tratamento e consulte um médico para adequar a dosagem ao seu problema. 

O Viagra é perigoso?

O Viagra não é perigoso, desde que seja administrado após a consulta com um urologista e adquirido sob prescrição médica em uma farmácia. Isso permite limitar os riscos e garantir um acompanhamento regular, a fim de adaptar a dosagem e o tratamento e assegurar a procedência dos medicamentos.

Por outro lado, você coloca a si mesmo em risco comprando Viagra falsificado pela internet sem receita médica.

Por que procurar um urologista se você tem disfunção erétil? [Vídeo]

Entenda a disfunção erétil, causas e tratamentos. Saiba o que pode ser feito quando você passar por essa situação e por que procurar um médico urologista é a melhor opção para tratar problemas de ereção.

Viagra: opinião de um urologista?

Se você tomar Viagra sem ter disfunção erétil, notará poucos resultados. Certamente será mais fácil conseguir uma ereção, mesmo com uma excitação menor. Mas esse será o único efeito. O Viagra para o processo químico que interrompe a ereção do pênis, mas ele não causa ereções espontâneas!

Portanto, a idéia de uma “ereção terrivelmente incontrolável” depois de ingerir a pequena pílula azul é falsa. Não é assim que o Viagra funciona, principalmente se você não tiver disfunção erétil.

Recomendações

O Viagra é eficaz em 75% dos casos. Mas há algumas maneiras simples de melhorar a eficácia do remédio. Aqui vão algumas dicas para aumentar a eficiência do medicamento: 

  • Não beba nada que contenha toranja (grapefruit), que pode entrar em conflito com os efeitos do Viagra.
  • Não o tome depois de uma refeição pesada.
  • Evite álcool e drogas
  • Em geral, ele funciona melhor se você estiver em boas condições de saúde.

O Viagra não faz o pênis ficar ereto de repente. Ele interrompe o fluxo de sangue que escaparia da ereção. Isso significa que, para que o Viagra seja realmente eficaz, você precisa agir e mudar o seu estilo de vida para melhor.

É provável que você tenha melhores ereções se:

  • Perder peso
  • Praticar esportes
  • Evitar certos medicamentos que colaboram para a disfunção erétil.
  • Controlar a hipertensão arterial e a diabetes

Em resumo, o Viagra funciona melhor quando você possui uma saúde boa e se você respeita a dosagem recomendada pelo seu médico durante a consulta.

Viagra: quais as contraindicações?

  • Não tome Viagra mais de uma vez por dia.
  • É recomendável tomar 50 mg, apenas quando necessário, uma hora antes da relação sexual. Aliás, não exceda a dose máxima recomendada e nunca exceda as 100 mg por dia!
  • É preferível não consumir nada com toranja (grapefruit) enquanto estiver tomando Viagra.
  • Alguns medicamentos para disfunção erétil não são adequados para homens com determinadas condições médicas. Então, se esse for o seu caso, seu médico pode aconselhar uma alternativa a você.
  • Procure auxílio médico imediatamente se você sentir tonturas ou náuseas durante a atividade sexual ou se sentir dor, dormência, formigamento no peito, nos braços, no pescoço ou na mandíbula.

Viagra, medicamentos e drogas

  • Não tome Viagra se você já estiver tomando outro medicamento à base de nitrato para dores no peito ou problemas cardíacos.
  • Não tome Viagra junto de drogas de uso recreativo, pois combinar essas substâncias pode causar uma queda súbita e perigosa na sua pressão arterial.
  • Compre seus medicamentos para disfunção erétil de locais com reputação conhecida, já que há muitos produtos falsificados no mercado.
  • Estilo de vida e fatores psicológicos, como o consumo de álcool e cigarro e o estresse, podem ocasionar a disfunção erétil. A eliminação desses fatores (por exemplo, manter-se mais ativo, perder peso, reduzir o consumo de álcool, parar de fumar e diminuir o estresse) também pode ajudar a melhorar suas ereções.
  • Nunca tome outros medicamentos para disfunção erétil ao mesmo tempo que o Viagra. Não o tome enquanto estiver usando Revatio e vice versa.
  • Consulte um médico com urgência se você tiver reação alérgica, perda súbita da visão ou ereções dolorosas que durem mais de quatro horas.
  • Além disso, o consumo de álcool após a ingestão de Viagra pode reduzir a pressão arterial e diminuir o desempenho sexual.

Quais medicamentos interagem com o Viagra?

Os medicamentos que interagem com o Viagra podem diminuir seu efeito, afetar a sua duração, aumentar seus efeitos colaterais ou se tornar pouco efetivos quando tomados com Viagra.

A interação entre dois remédios nem sempre significa que você tem que parar de tomar um delas, mas em alguns casos isso é necessário. Por isso, converse com seu médico sobre como você deve gerenciar essas entre os medicamentos.

Veja alguns medicamentos comuns que podem interagir com o Viagra:

  • Agonistas Alfa (por exemplo: clonidina, metildopa)
  • Bloqueadores Alfa (por exemplo: alfuzosina, doxazosina, prazosina, tansulosina ou terazosina)
  • Antibióticos, tais como claritromicina, eritromicina, metronidazol, norfloxacina, rifabutina, rifampicina e tetraciclina
  • Antidepressivos, como desipramina, sertralina e erva-de-são-joão
  • Medicamentos antifúngicos (por exemplo: itraconazol, cetoconazol ou voriconazol)
  • Anticoagulantes, como a varfarina
  • Medicamentos para fibrose cística, tais como o ivacaftor
  • Tratamentos para epilepsia (por exemplo: carbamazepina, oxcarbazepina, fenobarbital, fenitoína e primidona)
  • Outros medicamentos para disfunção erétil, como: alprostadil, Cialis, Sildenafila, vardenafila
  • Medicamentos para o coração, tais como amlodipina, amiodarona, atenolol, bosentana, candesartan, captopril, clonidina, diltiazem, enalapril, irbesartan, losartan, nifedipina, propranolol, sotalol e verapamil
  • Remédios para hepatite (por exemplo: boceprevir e simeprevir)
  • Medicamentos contra HIV (por exemplo: atazanavir, delavirdina, efavirenz, fosamprenavir, indinavir, etravirine, ritonavir, nevirapina, saquinavir e tipranavir)
  • Nitratos, como nitrato de amila, dinitrato de isossorbida, mononitrato de isossorbida ou nitroglicerina
  • Outros como: aprepitanto, butalbital, cimetidina, ciclosporina ou imatinibe.

Posologia (dosagens)

Para a maioria dos pacientes, é recomendada uma dose de 50 mg, tomada quando necessário, aproximadamente 1 hora antes da relação sexual.

A frequência máxima recomendada é uma vez por dia.

A dose ideal de Viagra a ser tomada pode variar em função de vários parâmetros, como: idade, saúde cardiovascular, patologias pré-existentes e a frequência de consumo do medicamento.

O objetivo não é encontrar a dose mais alta que você pode tomar, mas que a dose correta seja prescrita por um especialista. Tudo de acordo com as suas necessidades e com o seu organismo.

Lembrando que o Viagra possui riscos, efeitos colaterais e interações medicamentosas. Portanto, doses excessivas devem ser evitadas!

Dentre todos os homens que utilizam medicações para combater a disfunção erétil, sabe-se que cada um tem suas próprias necessidades. Fale com seu médico sobre suas expectativas e informe qualquer efeito colateral. Seja honesto ao contar sobre o seu histórico médico e tenha em mente que mais Viagra nem sempre significa uma ereção mais forte.

Viagra 25mg

Deve-se tomar um comprimido uma hora antes da relação sexual, junto de um copo de água. Normalmente a dose prescrita é de 50mg; logo, se seu médico prescrever 25mg para começar, você deve quebrar o comprimido na metade. Independentemente da dose (25, 50 ou 100mg), você nunca deve tomar mais de um comprimido por dia. Para reajustar seu tratamento (se a dose for muito baixa ou muito alta), consulte seu médico.

Viagra 50mg

O Viagra 50mg é geralmente prescrito como dose inicial, permitindo ao médico ajustar a dosagem de acordo com a eficácia do tratamento. Se esse tratamento for o adequado, a dosagem prescrita é mantida. Por outro lado, se certos efeitos colaterais aparecerem, o médico pode prescrever Viagra 25mg. Se o Viagra 50mg não for eficaz o suficiente, seu tratamento pode ser aumentado para 100mg, somente se o médico julgar apropriado. 

Viagra 100mg

O Viagra 100mg é prescrito à pessoa que não apresentou efeitos colaterais e que não respondeu suficientemente bem ao Viagra 50mg. Ele é eficaz em 82% dos homens. 

O Viagra causa dependência?

O Viagra não causa dependência química. Para alguns homens, ter uma ereção pode ajudá-los a superar seu medo de intimidade e a recuperar a confiança. 

Por outro lado, o Viagra pode causar uma dependência psicológica. É possível que os homens que têm dificuldade de conseguir uma ereção completa possam se tornar psicologicamente dependentes do Viagra. 

Disfunção erétil não é apenas sinônimo de “ausência total de ereção”. O distúrbio também inclui: ereções menos firmes, incapacidade de manter uma ereção e ereções que não duram o tempo suficiente para uma relação sexual “satisfatória”. 

Assim, homens que experimentam esses sintomas podem sentir que precisam usar Viagra toda vez que forem fazer sexo. Entretanto, o medo de não conseguir fazer o pênis ficar ereto sem o Viagra pode até reforçar um dependência emocional da substância.

Se você acha que está está desenvolvendo alguma dependência, fale com seu parceiro sobre esse estresse e ansiedade e converse com um especialista. Ao lidar com questões sobre a disfunção erétil, procure não estar sozinho!

Composição

O sildenafil é o princípio ativo do Viagra, que, por sua vez, possui outros excipientes, que você pode encontrar listados abaixo.

  • Excipientes: celulose microcristalina, fosfato dicálcico anidro, croscarmelose de sódio, estearato de magnésio.
  • Corante: dióxido de titânio e indigotina laca de alumínio.
  • Revestimento: hipromelose e triacetina

Preço do Viagra

Antes de ir à farmácia, você deve ter em mente que, para comprar Viagra, é necessário apresentar uma prescrição médica. Existem diferentes dosagens que variam entre 25mg, 50mg e 100mg. As cartelas variam na quantidade de comprimidos, de 1 a 8 cada embalagem.

Aqui está uma estimativa do preço de 4 comprimidos de Viagra (produto original, de referência) em farmácias brasileiras, de acordo com a dosagem:

  • Uma caixa contendo 4 comprimidos de Viagra 25mg custa cerca de 90 reais.
  • 4 comprimidos de Viagra 50 mg custam cerca de 100 reais.
  • Uma caixa contendo 4 comprimidos de Viagra 100 mg custa cerca de 160 reais.

O SUS distribui gratuitamente o Viagra?

Para combater a disfunção erétil, o Viagra não está disponível gratuitamente pelo SUS. O mesmo vale para outros medicamentos para ereção, como Cialis ou Levitra, assim como para todos os seus genéricos.

Viagra ou Cialis: qual é a diferença?

Tanto o Cialis quanto o Viagra são inibidores de PDE5, utilizados no tratamento da disfunção erétil. Ambos funcionam quando o homem está excitado.

O Cialis permanece no organismo por cerca de 36 horas, contra as 4 ou 5 horas do Viagra.

Em geral, nenhum alimento afeta a ação do Cialis, enquanto há alguns que podem diminuir a eficácia do Viagra. 

O Cialis pode ser tomado uma vez por dia em uma dose menor. Entretanto, a dosagem de Cialis pode precisar ser reduzida em homens com problemas hepáticos ou renais e o risco de interações medicamentosas pode ser maior do que com o Viagra.

Quanto tempo o Cialis demora para fazer efeito?

O Cialis normalmente funciona a partir de 30 minutos, aproximadamente, e seu efeito pode durar até 36 horas. A alimentação não afeta os efeitos do medicamento.

A eficácia de todos os inibidores de PDE5 é semelhante, embora a eficácia do Viagra seja 84%, ligeiramente maior que a do Cialis (81%). Ainda assim, a maioria dos homens prefere os efeitos do Cialis, devido à sua maior duração.

Devo tomar diariamente?

Pode-se tomar o Cialis diariamente ou conforme a necessidade. Geralmente, as doses diárias são menores do que as doses tomadas antes de cada relação sexual. A dosagem padrão de Cialis é de 10 mg antes do sexo. Os efeitos do Cialis duram cerca de 36 horas. No entanto, o médico aumentará a dose para 20 mg se 10 mg for ineficaz ou reduzirá a dose para 5 mg se os efeitos colaterais forem intoleráveis.

Quando o Cialis é de uso diário, a dose mais comum é de 5 mg uma vez ao dia. A hora em que se toma a dose diária não é importante para as pessoas que a utilizam apenas para disfunção erétil. Todavia, as pessoas com HBP (próstata aumentada) são aconselhadas a tomá-la no mesmo horário todos os dias.

Não tome mais de uma dose por dia! Seu médico pode considerar aumentar a dose de 2,5 para 5 mg se ela não for eficaz. Os efeitos colaterais do Cialis incluem dor de cabeça e indigestão.

E o Viagra? Quando devo tomar?

Você deve tomar o Viagra apenas quando necessário, na dose de 50 mg, cerca de 1 hora antes da relação sexual (mas também pode tomar de 30 minutos a 4 horas antes). A dose pode ser aumentada para 100 mg se o Viagra 50 mg for ineficaz ou reduzida para 25 mg se os efeitos colaterais forem intoleráveis.

O Viagra só deve ser tomado uma vez por dia, mesmo que os efeitos desapareçam após 4 ou 5 horas. Os principais efeitos colaterais são dores de cabeça, ondas de calor e indigestão. Raramente, o Viagra altera a percepção das cores (esse efeito colateral não ocorre com o Cialis).

O custo do Viagra e do Cialis varia de uma farmácia para outra, mas geralmente o Cialis é mais barato.

Todos os tratamentos para problemas de ereção

Aqui no blog da Omens, estamos sempre atualizados sobre as soluções do mercado. Confira esta lista com alguns dos artigos que fizemos sobre os medicamentos e tratamentos prescritos para problemas de ereção:

Fontes

Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *