O que fazer quando o viagra não funciona?

BLOG OMENS / Tratamentos
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

25 de março 2021

Acontece muitas vezes de alguns homens dizerem que o viagra (ou outro medicamento para ereção) não fez efeito para eles. No entanto, na maioria dos casos, basta que o médico reajuste a dose prescrita ou explique ao paciente como esses medicamentos funcionam; isto é: qual a duração e o efeito do viagra, com quanto tempo de antecedência se deve tomar o remédio antes do sexo, se é para fazer isso antes ou durante a refeição, etc.

Em todos os casos, você deve consultar um médico para determinar as causas possíveis do problema e para reajustar o seu tratamento ou o modo de administração.

Como o viagra funciona?

A ereção é o resultado de um complexo processo fisiológico que permite que o sangue se acumule dentro do pênis (nos corpos cavernosos). Assim, as artérias se abrem, fazendo o pênis se encher de sangue, aumentar de tamanho e endurecer.

No entanto, o sangue não fica preso no pênis! Mesmo ereto, o pênis precisa de oxigênio, por isso o sangue continua entrando e saindo.

Muitas vezes, em caso de disfunção erétil, as artérias podem ser as responsáveis, ou seja, elas passam a não dilatar tão bem como antes. Isso pode acontecer devido a uma doença ou a um tratamento (ou por vários outros fatores).

De qualquer forma, as artérias do pênis não permitem mais que o sangue circule adequadamente.

É aqui que entra o viagra (e todos os inibidores da PDE-5): impedindo a atividade de uma enzima, a fosfodiesterase tipo 5, que frequentemente é a responsável pela falha no sistema erétil.

Resumindo: esses medicamentos ajudam o pênis a ficar ereto, mas NÃO produzem de fato uma ereção.

Os problemas de ereção podem, portanto, continuar a ocorrer por outras razões, principalmente psicológicas: estresse, falta de desejo ou excitação, ansiedade, etc.

Por que o viagra não fez efeito?

Antes de mais nada, precisamos ressaltar o fato de que todos os medicamentos para ereção têm uma característica: a forma como são administrados determina a sua eficácia.

Na verdade, estima-se que em 50% dos casos não é que o viagra não fez efeito. Nesses casos, muitas vezes encontramos as seguintes causas:

  • A pessoa demorou para tomar o medicamento: por exemplo, tomou 10 ou 15 minutos antes da relação sexual, o que pode não ser tempo suficiente; por isso, deve-se respeitar os prazos
  • São doses insuficientes da substância
  • Deve-se tomar o viagra com o estômago vazio (e não no meio de uma refeição, por exemplo)
  • Programar o sexo pode prejudicar a excitação
  • Por fim, diversas causas psicológicas – ou ainda uma falta de excitação, desejo, etc.

Além disso, vale lembrar que, para falarmos que o tratamento não funcionou, é necessário tomá-lo pelo menos 5 vezes sem que se sinta seus efeitos.

CONSULTAR UM

UROLOGISTA ONLINE

Por que esperar para resolver algo que tem solução?

CONSULTAR UM UROLOGISTA ONLINE

Por que esperar para resolver algo que tem solução?

“Viagra não funcionou”: o que fazer?

O médico poderá sugerir várias opções:

  • alterar a dose prescrita do remédio;
  • trocar o produto por outro medicamento;
  • explicar novamente como funcionam os diferentes princípios ativos (sildenafila, tadalafila, vardenafila, etc.);
  • personalizar o tratamento de acordo com o paciente (consumo contínuo, consumo sob demanda, etc.).

O que fazer se nenhum medicamento para ereção funcionar?

Em 20 a 30% dos casos, o viagra ou outros medicamentos não funcionam por outras razões.

Por exemplo:

Ainda assim, na maior parte dos casos, trocar um princípio ativo por outro ou aumentar a dosagem já é o suficiente para resolver essas dificuldades.

Por outro lado, se os medicamentos orais não funcionarem mesmo, há tratamentos à base de creme ou injeção – e é sempre possível combinar diferentes tratamentos.

Enfim, com os recursos que temos hoje, é muito raro que não dê para tratar um problema de ereção: sempre há soluções!

Não desanime, mesmo que às vezes leve um pouco mais de tempo para encontrar o tratamento correto.

Conclusão

Muitas vezes, o problema de ereção é causado pelo estresse ou pela falta de excitação ou desejo.

Preocupação com a penetração ou com outras práticas, falta de interesse pelo sexo ou pela(o) parceira(o), ansiedade em relação à performance sexual… Se não houver excitação suficiente, ou se o estresse tomar conta, o viagra ou outro medicamento não desencadeará o processo fisiológico da ereção.

De todo modo, você precisa consultar um médico para identificar as causas do seu problema de ereção.

Por fim, tenha em mente que o remédio não é tudo: você é o protagonista da própria sexualidade.

Fontes

Consulte um médico especializado em sexualidade na Omens

A Omens é uma plataforma de saúde dedicada ao homem. Ela reúne médicos urologistas e farmacêuticos com o objetivo de construir soluções seguras, de qualidade e acessíveis a todos.

A plataforma permite que você consulte online médicos especialistas em temas sobre sexualidade. A consulta online pode ser feita por mensagens, pelo celular ou por videochamada, além de apresentar muitas outras vantagens:

  • Consulte um médico especializado na área, que trata diariamente de problemas relacionados ao sexo
  • Pague menos da metade do valor de uma consulta presencial com um urologista
  • Agende uma consulta para o dia seguinte! (no Brasil, muitos pacientes têm de esperar vários meses até conseguir agendar uma consulta presencial sobre problemas sexuais com um urologista)
  • Peça pela plataforma os medicamentos necessários para o seu tratamento e eles serão entregues discretamente na sua casa por uma farmácia certificada
  • Evite o desconforto ou a vergonha na sala de espera de um consultório ou em farmácias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *