Pomada para acne: com antibiótico ou produtos naturais?

pele lisinha que com certeza usou pomada para acne
BLOG OMENS / Pele
logo da Omens
Escrito por

Seth Zanette

Revisado por

Dra. Aline Erthal

CRMSP 199.764
Última atualização

11 de maio 2023

A acne é um problema comum que diversos homens e mulheres brasileiros enfrentam. Geralmente, o primeiro impulso é procurar soluções caseiras e naturais, com produtos que encontramos no dia a dia. Em alguns casos, eles podem de fato ser úteis; em outros, o diagnóstico e a aplicação de pomadas podem ser mais efetivos.

Nessa publicação, vamos entender melhor em qual caso produtos naturais podem ajudar na acne e em quais a melhor solução são medicamentos tradicionais.

Produtos naturais para acne dão resultado?


Existem poucas pesquisas conclusivas sobre a ação dos produtos naturais e caseiros para a acne. Porém, certas receitas e produtos naturais testados deram bons resultados.

O vinagre de maçã, por exemplo, foi testado em um estudo de 2016 publicado no International Journal of Cosmetic Science, juntamente com o zinco para o tratamento de acne. Os resultados demonstraram que a combinação dos dois pode matar a bactéria P. acnes, que está envolvida no surgimento da doença.

Outro estudo desenvolvido pela Sci Pharm em 2017 demonstrou que a combinação de mel e canela têm efeitos antibacterianos contra o P. acnes.

Portanto, existem efeitos interessantes em diversos produtos naturais.

Mesmo assim, quando aplicados por conta própria, os produtos naturais podem ter efeitos colaterais. Não só porque a acne pode ter diversas causas, mas também porque a quantidade e proporção das receitas pode variar. Assim, existe uma taxa maior de sucesso no tratamento da acne com pomadas prescritas.

Quando possível, procure utilizar medicamentos prescritos pelo dermatologista.

Máscaras e produtos naturais para acne


Alguns dos produtos naturais mais comuns para o tratamento da acne são:

  • Vinagre de maçã; 
  • Mel e canela; 
  • Óleo de melaleuca (Árvore do chá);
  • Chá verde;
  • Aloe vera.

Além dos estudos que mostram benefícios do vinagre de maçã, mel e canela, conhecemos outros produtos que vêm sendo estudados:

A mistura de aloe vera, óleo de melaleuca e mel demonstrou reduzir a acne durante um estudo realizado em 2018 pela Clin Pharmacol. Além disso, durante outro estudo realizado pela J. Cosmet Dermatol em 2019, o óleo de melaleuca foi testado em comparação com o Peróxido de Benzoíla: e os resultados foram mais satisfatórios para os pacientes que utilizaram o tratamento natural.

Porém, cabe advertir que em alguns estudos, esses mesmos tratamentos naturais aumentaram a acne. No caso do vinagre de maçã, por exemplo, o ácido láctico presente pode fazer mais espinhas aparecerem, como mostrado neste estudo. Portanto, é necessário discutir sobre esse tipo de tratamento natural com um dermatologista. 

A maioria dos casos de acne podem ser tratados de maneira mais eficaz com pomadas e medicamentos antibacterianos, principalmente se for moderada ou severa.

Acne tem tratamento: e um médico sabe como te ajudar

Marcar Teleconsulta Agora

Consulte um dermatologista ONLINE e comece com a medicação já!

Pomadas que matam bactérias


Existem diversos tratamentos para acne dependendo do tipo e da severidade do problema. Em casos mais exuberantes, com lesões inflamatórias, é comum a utilização de pomadas com antibióticos, que também tem ação anti-inflamatória.

Após o diagnóstico de um dermatologista, ele indicará qual a melhor pomada – caso ela seja necessária.

Clindamicina

A clindamicina é um antibiótico que pode ser utilizado para tratar infecções cutâneas, havendo a possibilidade de combinação com o peróxido de benzoíla. A principal contraindicação, sobretudo quando falamos do uso oral, é para pessoas que possuem doenças intestinais inflamatórias.

Eritromicina

Assim como a clindamicina, a eritromicina também é utilizada para tratar infecções cutâneas e raramente é utilizada sem a combinação do peróxido de benzoíla ou retinoide. Não existem muitas contraindicações e o tratamento é bem aceito pela maioria dos pacientes. Podemos encontrar o tratamento no formato gel.

Peróxido de benzoíla

Essa é uma substância que é eficaz contra o P. acnes, mas não é um antibiótico. Pode-se associá-la com retinoides para um melhor resultado, apesar de aumentar a irritação local. As concentrações podem variar de 22,5% até 10% e alguns efeitos colaterais podem incluir pele seca e o branqueamento de pelos. A pomada de peróxido de benzoíla é também encontrada com adição de enxofre.

Outras observações

Apesar de se ver muito pela internet os nomes Betogenta e Bacina citados, estes NÃO são tratamentos para acne.

Qual pomada para acne escolher?


A acne pode acontecer por diversas razões, que envolvem proliferação de bactérias, alterações hormonais e oleosidade da pele. Além disso, ela pode se apresentar em diversos estágios, do leve até o mais avançado. Portanto, um diagnóstico correto é extremamente necessário, tanto para definir se o que você tem é realmente acne, quanto para determinar o tipo e a gravidade (se são apenas cravos, se há inflamações, cistos, etc.).

Tendo isso em mente, a melhor forma de escolher uma pomada para acne é através da consulta e orientação de um especialista. Além de conseguir uma receita para a compra do medicamento, já que alguns são controlados, o dermatologista vai orientar sobre o uso correto da pomada e os efeitos esperados no seu caso.

Acne tem tratamento: e um médico sabe como te ajudar

Marcar Teleconsulta Agora

Consulte um dermatologista ONLINE e comece com a medicação já!

Um dermatologista pode te indicar a melhor solução!


Um diagnóstico exato é a melhor forma de solucionar a acne. O dermatologista vai avaliar se no seu caso as pomadas com antibiótico em gel podem ajudar ou não. Além disso, é possível discutir sobre o benefício de produtos naturais e outros tipos de medicamentos, como os retinoides. 

Marque uma consulta para esclarecer dúvidas e saber qual o tratamento mais recomendado para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?