Omenscast #36: Fratura peniana

Omenscast, o minicast da sua saúde sexual: hoje responderemos se pênis tem osso e o que é a fratura peniana
BLOG OMENS / Sexualidade
logo da Omens
Escrito por

Caio Vega

Revisado por

Dr. João Brunhara

CRMSP 161.642
Última atualização

17 de fevereiro 2022

No nosso 36º episódio do Omenscast, o médico urologista João Brunhara vai abordar um assunto delicado, que preocupa muitos homens: é verdade que pode acontecer de o pênis quebrar? Mas como? Então o pênis tem osso?

Seja bem-vindo ao blog da Omens e fique à vontade para ouvir o nosso podcast! A transcrição do áudio também está logo abaixo.

Se você chegou aqui você quer saber mais sobre uma coisa relativamente rara, mas que com certeza assusta os homens só de pensar: a fratura de pênis. E isso existe mesmo? O que é fratura de pênis? Se tem fratura, então como é chamado o osso do pênis? E mais importante: o que fazer se tiver uma fratura peniana? Vamos responder essas dúvidas e várias outras.

Eu sou João Brunhara, médico urologista, e esse é o podcast da Omens sobre saúde masculina.

Primeiro:

É possível ter uma fratura do pênis?

Afinal, normalmente quando pensamos em fratura, pensamos em quebrar algum osso. E o pênis tem osso? Não, como você já deve imaginar, não existe um osso do pênis.

Então, o que é uma fratura de pênis? O que chamamos de fratura é uma lesão no pênis que acontece enquanto ele está rígido, rompendo ou rasgando um revestimento interno do pênis chamado túnica albugínea.

Essa túnica albugínea é uma espécie de capa interna do pênis, ela é bastante fibrosa e rígida, e é ela que contém o sangue quando o pênis se enche durante a ereção. Portanto, quando ocorre uma ruptura da túnica albugínea, o sangue extravasa, deixando o pênis roxo e inchado, parecendo uma berinjela.

Assim, mesmo sem ter osso, chamamos de fratura uma lesão peniana que causa inchaço, muita dor e uma deformidade no momento em que acontece.

O que pode causar uma fratura peniana?

Como falamos antes, a fratura acontece sempre quando o pênis está ereto. Com isso, a ocasião mais comum de acontecer uma fratura de pênis é durante o sexo.

Se você que está nos ouvindo é homem e já começou a sua vida sexual, você já pode ter tido algum susto quando num momento de mais empolgação na penetração, o pênis escapa e, quando vai entrar de novo, entra meio torto ou erra o lugar, bate no períneo, etc.

Na maioria das vezes quando isso acontece, não passa de um susto.

Mas quando esse episódio acontece com mais força, pode acontecer um trauma que acaba rompendo a túnica albugínea; e então acontece a fratura do pênis. 

A posição mais comum para isso acontecer é quando a pessoa que está sendo penetrada está sentada, por cima. Mas também pode acontecer em outras posições, como de quatro. Além disso, estar com uma ereção parcial (popularmente chamada de meia bomba) pode facilitar a fratura, pois o pênis fica mais propenso a fazer uma curva. E outra coisa que atrapalha também é a falta de lubrificação.

Portanto, para quem tem medo de ter uma fratura, as principais dicas são: penetrar sempre com ereção total e garantir bastante lubrificação, se necessário com uso de lubrificantes. 

Sintomas

Tipicamente, quando acontece uma fratura de pênis, o homem sente um click ou estalido durante o sexo. Nesse momento, começa uma dor e a formação de um hematoma, que é um acúmulo de sangue abaixo da pele, deixando o pênis roxo.

Nessa hora normalmente também acontece uma perda pelo menos parcial da ereção. O pênis vai inchando e ficando parecido com uma berinjela, ou seja, aumentado e bem escuro.

Em alguns casos, pode acontecer também uma ruptura da uretra, que é o canal da urina. Nesses casos, ocorre, por exemplo, dificuldade ou sangramento ao urinar, mas felizmente nem sempre a uretra é danificada quando acontece uma fratura de pênis.

Tratamento

E, então, o que fazer se isso acontecer? A fratura peniana é considerada uma emergência médica, portanto se acontecer com você a sequência que eu descrevi, você deve ir imediatamente a um pronto socorro!

O tratamento é cirúrgico e consiste em fazer uma cirurgia de circuncisão; e, através desse mesmo corte, tirar os hematomas e corrigir a ruptura da túnica albugínea com pontos.

A cirurgia deve ser feita preferencialmente dentro das primeiras 24 horas, pois na fratura peniana o tratamento tardio pode ter resultados inferiores, trazendo um risco maior de perda da ereção ou de fibrose e curvatura do pênis a longo prazo. 

Da mesma forma, o tratamento conservador para fratura peniana, ou seja, não fazer nenhuma cirurgia e apenas esperar a cicatrização espontânea, tende a ter piores resultados.

Mas a boa notícia é que a cirurgia reparadora tende a ter ótimos resultados, normalmente com possibilidade de alta hospitalar no dia seguinte. Diferente do que algumas pessoas imaginam, não existe necessidade de uma prótese peniana na fratura.

Obviamente, é necessário ficar por um período sem atividade sexual, normalmente por pelo menos 6 semanas. Mas depois desse período, na grande maioria dos casos, acontece uma recuperação do pênis, ficando bem semelhante ao que era antes da fratura.

Resumindo: a fratura peniana é uma emergência. Portanto, se acontecer esse quadro típico, com um clique, inchaço e pênis roxo, procure um pronto socorro rapidamente.

Mas se você teve apenas um tranco ou desconforto durante a relação, sem outras consequências, provavelmente você não teve uma fratura do pênis.

E, se você tiver dúvidas ou comentários, continue essa conversa nos nossos canais no Youtube, Instagram, Facebook, TikTok, ou no blog. Te vejo lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *